Fórum Oficial da ANASP

Bem-vindo ao Fórum Oficial da ANASP, Fundada em 2009 | Associação Nacional Agentes Segurança Privada | Portugal

Registe-se, conecte-se e contribua no melhor fórum de divulgação da Segurança Privada.

Visite-nos no Site Oficial ANASP em www.anasp.pt.vu

ANASP nas Redes Sociais

Siga-nos nas principais redes sociais e acompanhe todas as novidades!

FACEBOOK
Subscreva e comente as actividades e notícias da ANASP
Siga aqui https://www.facebook.com/AssociacaoNacionalDeAgentesDeSegurancaPrivada

TWITTER
Ligue-se à maior rede social corporativa do mundo
Siga aqui https://twitter.com/ANASPups

YOUTUBE
Acompanhe e partilhe os vídeos da ANASP
Subscreva aqui http://www.youtube.com/user/ANASPTV
Fórum Oficial da ANASP

Bem-vindo ao Fórum Oficial da ANASP, Fundada em 2009 | Associação Nacional Agentes Segurança Privada | Portugal

ANASP - Associação Nacional Agentes Segurança Privada

"UNIDOS PELO SECTOR"

Sede: Urbanização Caliço, Lote P10, Frente A, 8200 Albufeira (ao lado terminal autocarros Albufeira)
Delegação Faro: Rua Libânio Martins, nº14, Fração B na União de Freguesias da Sé e São Pedro.

Delegação Lisboa:  Rua Abranches Ferrão Nº 13, 1º, 1600-296 Lisboa (Em frente à Loja do Cidadão das Laranjeiras)

Delegação Braga: Rua Dr. Francisco Duarte, 75/125, 1º, Sala 23, C.C. Sotto Mayor – 4715-017 Braga

 (ao lado Segurança Social de Braga, contactar Dra. Eva Mendes)

Telemóvel: 938128328 Telefone: 289048068


Horário de atendimento: Segunda a Sexta: 09h/12h - 14h/17h

Telefone: +351 253 054 799

Telemóvel: /+351 965293868  / +351 936345367(tag) / +351 917838281

Email: geral.anasp@gmail.com

Últimos assuntos

» ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:34 por ANASP

» ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:31 por ANASP

» Ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:28 por ANASP

» Ofertas de Emprego Segurança Privada
Sex 31 Jul 2015, 13:54 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_23julho
Qui 23 Jul 2015, 14:23 por ANASP

» ANASP_Newsletter_23julho
Qui 23 Jul 2015, 14:16 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_16julho
Qui 16 Jul 2015, 14:43 por ANASP

» ANASP_Newsletter_16julho
Qui 16 Jul 2015, 14:10 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_15julho
Qua 15 Jul 2015, 13:58 por ANASP

Galeria


Navegação


    Governo: Profissionais de saúde devem denunciar mutilação genital feminina

    Compartilhe
    avatar
    ANASP
    Admin

    Mensagens : 3215
    Reputação : 61
    Data de inscrição : 17/07/2009
    Idade : 37
    Localização : Portugal
    07022014

    Governo: Profissionais de saúde devem denunciar mutilação genital feminina

    Mensagem por ANASP

    Governo: Profissionais de saúde devem denunciar mutilação genital feminina



    Hoje é o dia em que o Mundo olha para um dos cultos mais violentos contra as mulheres. Em Portugal, Governo e Parlamento voltam a anunciar intenções legislativas para travar a mutilação genital feminina.

    O Governo quer ver os profissionais de saúde, médicos e enfermeiros, a denunciar os casos de mutilação genital feminina.
    Anunciada há dois anos, a plataforma informática para referenciar estes casos demorou a arrancar. Está a funcionar há pouco tempo, mas agora é preciso formar todos aqueles que trabalham nos hospitais ou centros de saúde.
    A secretária de Estado da Igualdade, Teresa Morais, disse à TSF que por agora apenas alguns profissionais já receberam essa formação. As ações de formação devem demorar mais dois ou três anos.
    «Terão de ser feitas agora massissamente ações de formação aos profissionais de saúde no país para que eles utilizem essa plataforma. É fundamental agora que a plataforma está criada e que esse registo de casos é possível, fazer ação formativa», explica.
    A mutilação genital feminina é uma realidade escondida, que se pensa afetar algumas comunidades imigrantes que vivem em Portugal, como os guineenses.
    O Bloco de Esquerda (BE) apresenta hoje um projeto de lei onde pede que a mutilação genital feminina seja classificada como um crime autónomo que deve ser penalizado com pena de prisão de três a 12 anos.
    A deputada do BE, Cecília Honório, diz que tem esperança em ver aprovada uma proposta que clarifica as leis.
    «São conhecidas muitas histórias de arquivamento porque a possibilidade de interpretação daquilo que está no Código Penal não é, no nosso ponto de vista, a melhor resposta para combater este crime que atinge raparigas e mulheres», defende.
    Cecília Honório explica que para o BE a «autonomização é chamar as coisas pelos nomes, é dar um instrumento de combate mais eficaz a esta forma de violência».
    fonte. [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    _________________
    UNIDOS PELO SECTOR
    Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking


      Data/hora atual: Dom 23 Jul 2017, 08:38