Fórum Oficial da ANASP

Bem-vindo ao Fórum Oficial da ANASP, Fundada em 2009 | Associação Nacional Agentes Segurança Privada | Portugal

Registe-se, conecte-se e contribua no melhor fórum de divulgação da Segurança Privada.

Visite-nos no Site Oficial ANASP em www.anasp.pt.vu

ANASP nas Redes Sociais

Siga-nos nas principais redes sociais e acompanhe todas as novidades!

FACEBOOK
Subscreva e comente as actividades e notícias da ANASP
Siga aqui https://www.facebook.com/AssociacaoNacionalDeAgentesDeSegurancaPrivada

TWITTER
Ligue-se à maior rede social corporativa do mundo
Siga aqui https://twitter.com/ANASPups

YOUTUBE
Acompanhe e partilhe os vídeos da ANASP
Subscreva aqui http://www.youtube.com/user/ANASPTV
Fórum Oficial da ANASP

Bem-vindo ao Fórum Oficial da ANASP, Fundada em 2009 | Associação Nacional Agentes Segurança Privada | Portugal

ANASP - Associação Nacional Agentes Segurança Privada

"UNIDOS PELO SECTOR"

Sede: Urbanização Caliço, Lote P10, Frente A, 8200 Albufeira (ao lado terminal autocarros Albufeira)
Delegação Faro: Rua Libânio Martins, nº14, Fração B na União de Freguesias da Sé e São Pedro.

Delegação Lisboa:  Rua Abranches Ferrão Nº 13, 1º, 1600-296 Lisboa (Em frente à Loja do Cidadão das Laranjeiras)

Delegação Braga: Rua Dr. Francisco Duarte, 75/125, 1º, Sala 23, C.C. Sotto Mayor – 4715-017 Braga

 (ao lado Segurança Social de Braga, contactar Dra. Eva Mendes)

Telemóvel: 938128328 Telefone: 289048068


Horário de atendimento: Segunda a Sexta: 09h/12h - 14h/17h

Telefone: +351 253 054 799

Telemóvel: /+351 965293868  / +351 936345367(tag) / +351 917838281

Email: geral.anasp@gmail.com

Últimos assuntos

» ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:34 por ANASP

» ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:31 por ANASP

» Ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:28 por ANASP

» Ofertas de Emprego Segurança Privada
Sex 31 Jul 2015, 13:54 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_23julho
Qui 23 Jul 2015, 14:23 por ANASP

» ANASP_Newsletter_23julho
Qui 23 Jul 2015, 14:16 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_16julho
Qui 16 Jul 2015, 14:43 por ANASP

» ANASP_Newsletter_16julho
Qui 16 Jul 2015, 14:10 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_15julho
Qua 15 Jul 2015, 13:58 por ANASP

Galeria


Navegação


    ANASP_Newsletter_04.03.2015

    Compartilhe
    avatar
    ANASP
    Admin

    Mensagens : 3215
    Reputação : 61
    Data de inscrição : 17/07/2009
    Idade : 38
    Localização : Portugal
    04032015

    ANASP_Newsletter_04.03.2015

    Mensagem por ANASP

    ANASP em almoço com a Ministra da Administração Interna, Anabela Rodrigues

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


     A Associação Nacional de Agentes de Segurança Privada (ANASP) marcou presença esta terça-feira (03 de março), com dois representantes, o presidente Ricardo Vieira e vice-presidente Ricardo Cunha, no almoço de empresários organizado pela Câmara de Comércio e Indústria Luso-Espanhola com a participação de Sua Exª a Ministra da Administração Interna, Anabela Rodrigues.



    ANASP presente no IV Fórum da Normalização da Segurança em Portugal

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]ANASP presente no IV Fórum da Normalização da Segurança em Portugal, promovido pela APSEI, que decorreu no dia o3 de março, no auditório do Instituto Português de Qualidade (IPQ), no Monte da Caparica.




    Polícia Judiciária deteve autor de crimes de abuso sexual de criança e de menor dependente
    Foi detido um homem que abusou sexualmente, de forma reiterada, de uma menor>>
    2015-03-04 | 12:10
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    Polícia Judiciária esclarece a prática de alegado rapto
    A suposta vítima simulou ocorrência criminosa>>
    2015-03-04 | 11:21
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    Polícia Judiciária deteve assaltante à mão armada
    Foi detido um homem indiciado pela prática de um crime de roubo agravado a estabelecimento>>
    2015-03-04 | 10:42



    GNR Lisboa - Apreensão de armas e munições em processo por violência doméstica

    No âmbito de um processo de violência doméstica, o Núcleo de Investigação e de Apoio a Vítimas Específicas do Comando Territorial de Lisboa realizou ontem, dia 03 de março, na localidade de Monte Bom – Mafra, uma busca domiciliária.
    A referida operação foi o culminar de uma investigação pela prática do crime de violência doméstica, em que o agressor coagia verbalmente e psicologicamente as vítimas, a sua cônjuge e a sua filha. Na sequência da realização da busca domiciliária foram apreendidas cinco armas de fogo e 136 munições. O suspeito foi constiuido arguido e sujeito a Termo de Identidade e Residência.
    Data de Inserção: 4/Mar/2015
    Fonte: DCRP




    03 março 2015
    Nota à Comunicação Social - Condenações por auxílio à imigração ilegal e falsificação de documentos em processo investigado pelo SEF
    Uma investigação delegada ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) levou à condenação, pelo Tribunal Judicial de Guimarães, de dois arguidos (um ci ...
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]





    iOnline

    Forças Armadas, serviços de segurança e informações em exercício contra terrorismo
    iOnline
    ... do Sistema de Informações da República Portuguesa, da Autoridade Nacional de Protecção Civil, da Autoridade Nacional de Segurança e pelo ...

    Revista Sábado

    Acesso a sites que promovam o radicalismo passa a ser crime
    Revista Sábado
    Uma proposta de lei em discussão na quarta-feira no Parlamento criminaliza a apologia pública do terrorismo, prevendo um agravamento da pena ...


    A Bola

    Serviços de segurança participam em exercício contra terrorismo
    A Bola
    Os serviços de segurança e de informações, as Forças Armadas e a Proteção Civil vão participar na próxima quarta-feira num exercício no âmbito da ...

    A Bola

    Portugal e Turquia assinam acordos
    TSF Online
    Portugal e a Turquia assinaram hoje acordos de proteção mútua sobre ... respetivos Ministérios da Defesa e estruturas das Forças Armadas através ...

    Diário de Notícias - Lisboa

    Tribunal recusa abrir envelope entregue por ex-chefe dos espiões
    Diário de Notícias - Lisboa
    ... defesa de Jorge Silva Carvalho, ex-diretor do Serviço de InformaçõesEstratégicas e Defesa (SIED), o qual continha informações sobre operações ...

    Observador

    Turquia é "muito importante" para impedir e controlar ameaçaterrorista
    Observador
    As palavras do chefe do Governo foram proferidas na conferência de imprensa da primeira cimeira intergovernamental entre Portugal e a Turquia, ...

    iOnline

    Forças Armadas, serviços de segurança e informações em exercício contra terrorismo
    iOnline
    ... do Sistema de Informações da República Portuguesa, da Autoridade Nacional de Protecção Civil, da Autoridade Nacional de Segurança e pelo ...

    Revista Sábado

    Acesso a sites que promovam o radicalismo passa a ser crime
    Revista Sábado
    O pacote legislativo anti-terrorismo visa, conforme salientou recentemente a ... à aquisição de nacionalidade portuguesa a prática de actos que ponham em ... participar nas reuniões da Unidade de Coordenação Anti-terrorismo".

    iOnline

    Ministro da Defesa Nacional afirmou que Portugal voltou a ter condições para reequipar Forças ...
    iOnline
    "É possível hoje Portugal ter outra vez condições para poder reequipar as ... a propósito das conversações para a revisão do Estatuto dos Militares.

    SIC Notícias

    Julgamento do caso das Secretas adiado para 16 de Abril
    SIC Notícias
    O julgamento do "caso das Secretas", que tem o antigo director do Serviço de Informações Estratégicas de Defesa (SIED) Jorge Silva Carvalho como ...

    SIC Notícias

    40 detidos em fiscalização de segurança privada
    Correio da Manhã
    Dos 40 detidos, um deveu-se a exercício ilegal de segurança privada, um a posse ilegal de armas e 13 a tráfico de droga, lê-se num comunicado da ...


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
    TER ESTADO dedicado à Justiça e à Comunicação Social
    “Como conciliar o tempo da Justiça com a Liberdade de Informar?” foi o tema da sessão de debates públicos TER ESTADO, em Coimbra.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
    "Há uma nova estratégia para as indústrias e a economia de Defesa”
    Decorreu em Viseu, a conferência “Economia da Defesa – Uma oportunidade estratégica para Portugal”, organizada pela idD.




    Leis anti-terrorismo debatidas esta quarta-feira no Parlamento


    Observador -

    As oito alterações legislativas para combate ao terrorismo vão ser discutidas no Parlamento esta quarta-feira. Uma das alterações é a criminalização da apologia pública do terrorismo, prevendo um agravamento da pena até quatro anos de prisão quando o ...

    Detidas 40 pessoas em fiscalização de empresas de segurança ...


    Público.pt -‎

    A Polícia de Segurança Pública (PSP) deteve 40 pessoas no âmbito de uma operação de fiscalização de segurança privada, anunciou em comunicado, nesta segunda-feira. Uma das pessoas foi detida por exercício ilegal de segurança privada, outra por ...


    Serviços de segurança em exercício contra terrorismo


    Notícias ao Minuto - ‎Há 55 minutos‎

    ... Estado, a troca de informações, a cooperação civil-militar em situação de crise e político-militar "na área da segurança e da defesa contra o terrorismo, proliferação de armas de destruição em massa e outras ameaças assimétricas à segurança do Estado".


    PCP e BE não votam globalmente pacote antiterrorista

    Público.pt -

    “As leis em causa já têm mecanismos de contenção [da concessão], agora introduziram-se critérios mais abertos, como o perigo ou ameaça para a ordem pública e a defesa nacional, que não são objectivos e desconhecemos quem os vai escrutinar”, ...

    Estudo apresentado hoje propõe novo sistema de segurança interna

    Notícias ao Minuto -‎
    [size]
    "Em Portugal, e ao contrário do que acontece na dimensão externa da segurança nacional, em que existe um quadro estruturado de conhecimento e um conceito consolidado de Defesa Nacional, é manifesta a escassez da análise e do estudo sistemático", ...

    Leis mais duras contra o terrorismo. Saiba o que vai mudar

    [/size]
    Expresso -
    [size]
    ... ou de vistos as propostas de lei referem-se a um critério que abrange indivíduos que constituam "perigo ou ameaça para a ordem pública, a segurança ou a defesa nacional"), o que este partido considera ser um alargamento de conceito pouco objetivo.[/size]

    PJ prende membro da Juve Leo


    O Jogo -‎

    O adepto do Sporting foi hoje detido na operação que levou também à detenção do ex-inspetor e ex-vice presidente do Sporting da PJ Paulo Pereira Cristovão e de um outro cidadão português, todos suspeitos de associação criminosa, roubo e sequestro.

    Paulo Pereira Cristóvão: De segurança da PJ a dirigente do Sporting


    Jornal SOL -‎

    Na Polícia Judiciária (PJ), Paulo Pereira Cristóvão era conhecido como o 'abridor de cancelas'. Alto e corpulento, entrou para a Polícia em 1990, como segurança. Tinha 21 anos. A sua função era estar à porta, levantar a cancela e encaminhar os presos.

    Rejeitado pedido para videovigilância em esquadra da PSP

    Notícias ao Minuto -‎
    [size]


    “Os vários espaços que se pretendem abranger apenas são usados por agentes e demais pessoal da PSP, não se descortinando por isso em que medida é de considerar que pode estar em questão o perigo e, consequentemente, a proteção das ...

    [/size]

    GNR ferido em perseguição policial


    Correio da Manhã -‎

    GNR esclareceu esta terça-feira que um militar da guarda ficou ferido durante a perseguição a um dos dois homens apanhados na segunda-feira em flagrante delito a furtarem gradeamento de metal da Estação de Tratamento de Águas Residuais de ...

    A ministra da Administração Interna afirmou hoje que "Portugal é dos países mais seguros do mundo" e que "apesar de alguns terem vaticinado o aumento da violência, no início do programa de ajuda externa, tal não se verificou".


    Lusa
    fonte. [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



    Comando Operacional da Madeira sem mexidas aposta em exercícios conjuntos
    fonte. [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



    Estão em curso várias buscas a edifícios da Segurança Social no âmbito de um processo que investiga crimes de corrupção na Segurança Social. Já foram detidos altos dirigentes.
    fonte. [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    Prémio internacional distingue esquadra 751 da Força Aérea

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
    [size]
    A esquadra dos helicópteros Merlin EH-101, da Força Aérea, recebe, na quarta-feira, nos Estados Unidos, um prémio internacional de serviço humanitário. 

    O Sikorsky Humanitarian Service Award é um dos prémios internacionais mais importantes atribuído pela Associação Internacional de Helicópteros (AIH) e vai ser entregue aos pilotos da esquadra 751, os "Pumas" da Força Aérea Portuguesa, numa cerimónia que vai ter lugar na quarta-feira, em Orlando, no estado da Florida. 

    No comunicado sobre a atribuição do prémio, a AIH refere que os militares da Força Aérea têm uma área de responsabilidade que abrange aproximadamente um terço do Atlântico Norte e que a maior operação executada - sem reabastecimento - durou mais de sete horas, num trajecto superior a 1340 quilómetros. 

    "Apesar de Portugal ser geograficamente um dos países mais pequenos na Europa, tem uma longa história de relação com o mar. A esquadra 751 da Força Aérea Portuguesa prossegue essa tradição náutica na actualidade, através das operações de busca e salvamento. Embora também faça missões em terra, esta esquadra é mais conhecida pelas operações de longa distância e em águas abertas", pode ler-se.(CM)



    Estudo propõe novo sistema de segurança interna

    Com cinco autores, do Grupo de Reflexão Estratégica sobre Segurança Interna (GRESI), o estudo em forma de livro apresenta "um conceito estratégico de segurança interna", suprindo "uma lacuna do conhecimento estratégico sobre segurança nacional", dizem os responsáveis.

    "Em Portugal, e ao contrário do que acontece na dimensão externa da segurança nacional, em que existe um quadro estruturado de conhecimento e um conceito consolidado de Defesa Nacional, é manifesta a escassez da análise e do estudo sistemático", feito de forma independente, "que suporte recomendações estratégicas determinantes sobre segurança interna", acrescentam, numa nota sobre a apresentação.

    No livro ‘Segurança Interna Horizonte 2025. Um Conceito Estratégico de Segurança Interna’ os autores defendem que os novos desafios que as sociedades modernas enfrentam pressupõem uma estratégia de segurança nacional em que a Segurança Interna tenha uma contribuição "ativa e estruturante".

    O GRESI faz estudos e análises com o objetivo de contribuir para a criação de políticas públicas de segurança interna.

    O estudo foi feito pelos membros do GRESI, Nelson Lourenço, sociólogo e professor catedrático, Figueiredo Lopes, antigo ministro da Administração Interna e também da Defesa, e Conde Rodrigues, antigo secretário de Estado da Administração Interna e também da Justiça.

    E ainda por dois membros do grupo de peritos do GRESI, Agostinho Costa (major-general, 2.º comandante geral da GNR) e Paulo Silvério (Tenente Coronel da GNR).(NM)



    Ministro da Defesa Nacional afirmou que Portugal voltou a ter condições para reequipar Forças Armadas

    O ministro da Defesa Nacional, José Pedro Aguiar-Branco, afirmou hoje em Coimbra que Portugal tem "outra vez" condições para poder reequipar as suas Forças Armadas.

    O ministro José Aguiar-Branco sublinhou que foi possível "aumentar a capacidade operacional", com a reforma "Defesa 2020", e reequipar as Forças Armadas, através da revisão da Lei da Programação Militar.

    "É possível hoje Portugal ter outra vez condições para poder reequipar as Forças Armadas", disse o ministro da Defesa Nacional, questionado por um jornalista sobre a falta de meios militares.

    Como exemplo, José Aguiar-Branco frisou que foram "adquiridos navios de lancha costeira" e "vão ser construídos" navios de patrulha oceânica, estando prevista também a aquisição de viaturas tácticas.

    "Há quatro anos, a nossa discussão era como íamos pagar os salários dos militares no mês seguinte. 

    Quatro anos depois, estamos a considerar que temos capacidade para reequipar as Forças Armadas", constatou.

    Sobre as críticas do presidente cessante da Associação Nacional de Sargentos, José Aguiar Branco referiu que Lima Coelho "exerceu o seu mandato mais preocupado com a acção política do que com matérias de natureza de defesa".

    Lima Coelho acusou na segunda-feira o ministro da Defesa de ser "habilidoso, mentiroso e cobarde" a propósito das conversações para a revisão do Estatuto dos Militares. (I)



    O Traidor da Pátria

    O Tribunal da Relação confirmou a semana passada que Manuel Alegre perdeu o processo por difamação que tinha interposto contra Brandão Ferreira, um tenente-coronel aviador na reforma e cronista da SÁBADO, que o acusou de traição à Pátria durante os anos em que foi uma das vozes da rádio Voz da Liberdade, em Argel. A primeira instância criminal tinha absolvido o militar à luz da liberdade de expressão, por entender que este tinha manifestado uma opinião sobre factos históricos. O socialista e ex-candidato presidencial recorreu da decisão para a instância superior, que agora se pronunciou.

    A decisão da primeira instância criminal tinha sido conhecida em Setembro de 2014. O caso remonta a 2010, quando o antigo piloto-aviador assistiu a uma intervenção de Manuel Alegre num colóquio da Gulbenkian sobre os antecedentes e o contexto internacional da guerra do Ultramar. Na fase das perguntas, Brandão Ferreira, que estava na assistência, colocou uma questão hipotética dirigida ao antigo resistente anti-fascista: tendo Portugal forças em Cabul, como é que Manuel Alegre reagiria em relação a alguém que fosse para o Afeganistão emitir textos para os talibãs e apelando à deserção dos soldados portugueses?

    Uns meses mais tarde, no seu blogue Novo Adamastor, acusou Manuel Alegre, que já era candidato à Presidência da República, de traição à Pátria, o que seria incompatível com o cargo de comandante supremo das Forças Armadas: "Quando foi para Argel não se limitou a combater o regime, consubstanciado nos órgãos do Estado, mas [foi] ajudar objectivamente as forças políticas que nos emboscavam as tropas". Depois concluiu: "Traição não tem assim que ver com ataques a pessoas, instituições ou sistemas políticos, a não ser que os fins justifiquem os meios. Traição tem mais a ver com carácter hombridade e ser-se inteiro".

    Contactado pela SÁBADO, Manuel Alegre não quis fazer comentários porque ainda não tinha tido conhecimento da decisão do tribunal. Em Setembro, o socialista tinha considerado a sentença "surpreendente" porque a "liberdade de expressão não permite tudo, não permite o atentado ao bom nome e à dignidade das pessoas".

    Brandão Ferreira afirmou à SÁBADO que mantém a sua posição: "Penso que configura traição à Pátria, porque fez uma guerra psicológica contra Portugal. Isto não tem a ver com a luta contra o regime. Tem a ver com um País que está em guerra e uns tipos passam para o lado do inimigo e isso tem um nome. Congratulo-me pela decisão e espero que faça jurisprudência".(Sábado)

    [/size]


    Militares preparam missão no Kosovo em aldeia minhota

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Cerca de 200 militares do exército português estão esta semana em Cabeceiras de Basto para, entre a população local, ultimar os preparativos para uma missão de seis meses no Kosovo. O cenário de treino é real.

    Início da tarde de segunda-feira. De repente, um pelotão de militares entra na recôndita aldeia de Busteliberne, de metralhadora em punho, e passa a localidade a pente fino. "Estou "barada" para a minha vida!", atira surpreendida uma mulher de 85 anos, habitante da aldeia, quando de guarda-chuva em punho e, vergada pela idade, levanta a cabeça e dá de caras com três militares. "Medo não tive porque nunca fiz mal a ninguém, mas nunca vi tropa por aqui. Não estamos em guerra!", disse, confrontada pelo JN. E, na verdade, nem esta idosa, que não se quis identificar, nem nenhum habitante da vila de Cabeceiras de Basto tem de temer pela presença de tantos meios militares.([url=http://www.jn.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Braga&Concelho=Cabeceiras de basto&option=Interior&content_id=4430929]JN[/url])


    _________________
    UNIDOS PELO SECTOR
    Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking


      Data/hora atual: Sab 23 Set 2017, 20:07