Fórum Oficial da ANASP

Bem-vindo ao Fórum Oficial da ANASP, Fundada em 2009 | Associação Nacional Agentes Segurança Privada | Portugal

Registe-se, conecte-se e contribua no melhor fórum de divulgação da Segurança Privada.

Visite-nos no Site Oficial ANASP em www.anasp.pt.vu

ANASP nas Redes Sociais

Siga-nos nas principais redes sociais e acompanhe todas as novidades!

FACEBOOK
Subscreva e comente as actividades e notícias da ANASP
Siga aqui https://www.facebook.com/AssociacaoNacionalDeAgentesDeSegurancaPrivada

TWITTER
Ligue-se à maior rede social corporativa do mundo
Siga aqui https://twitter.com/ANASPups

YOUTUBE
Acompanhe e partilhe os vídeos da ANASP
Subscreva aqui http://www.youtube.com/user/ANASPTV
Fórum Oficial da ANASP

Bem-vindo ao Fórum Oficial da ANASP, Fundada em 2009 | Associação Nacional Agentes Segurança Privada | Portugal

ANASP - Associação Nacional Agentes Segurança Privada

"UNIDOS PELO SECTOR"

Sede: Urbanização Caliço, Lote P10, Frente A, 8200 Albufeira (ao lado terminal autocarros Albufeira)
Delegação Faro: Rua Libânio Martins, nº14, Fração B na União de Freguesias da Sé e São Pedro.

Delegação Lisboa:  Rua Abranches Ferrão Nº 13, 1º, 1600-296 Lisboa (Em frente à Loja do Cidadão das Laranjeiras)

Delegação Braga: Rua Dr. Francisco Duarte, 75/125, 1º, Sala 23, C.C. Sotto Mayor – 4715-017 Braga

 (ao lado Segurança Social de Braga, contactar Dra. Eva Mendes)

Telemóvel: 938128328 Telefone: 289048068


Horário de atendimento: Segunda a Sexta: 09h/12h - 14h/17h

Telefone: +351 253 054 799

Telemóvel: /+351 965293868  / +351 936345367(tag) / +351 917838281

Email: geral.anasp@gmail.com

Últimos assuntos

» ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:34 por ANASP

» ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:31 por ANASP

» Ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:28 por ANASP

» Ofertas de Emprego Segurança Privada
Sex 31 Jul 2015, 13:54 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_23julho
Qui 23 Jul 2015, 14:23 por ANASP

» ANASP_Newsletter_23julho
Qui 23 Jul 2015, 14:16 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_16julho
Qui 16 Jul 2015, 14:43 por ANASP

» ANASP_Newsletter_16julho
Qui 16 Jul 2015, 14:10 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_15julho
Qua 15 Jul 2015, 13:58 por ANASP

Galeria


Navegação


    O dia em que Bento XVI fugiu ao protocolo

    Compartilhe
    avatar
    ANASP
    Admin

    Mensagens : 3215
    Reputação : 61
    Data de inscrição : 17/07/2009
    Idade : 38
    Localização : Portugal
    13052010

    O dia em que Bento XVI fugiu ao protocolo

    Mensagem por ANASP

    Inesperado
    O dia em que Bento XVI fugiu ao protocolo

    por MANUELA PAIXÃO

    Não foram uma nem duas, mas pelo menos três, as vezes que Bento XVI rompeu ontem o protocolo ou surpreendeu a sua comitiva e os jornalistas que o acompanham com atitudes inesperadas. Tal como no primeiro dia em Portugal já tinha aberto as janelas do seu papamóvel, a caminho do Terreiro do Paço.

    Ontem dirigiu-se espontaneamente às crianças que o esperavam à porta do Centro Cultural de Belém, foi à janela da Nunciatura Apostólica mais uma vez para se despedir dos lisboetas e, ultrapassando a sua segurança, aproximou-se e tocou nos peregrinos que o esperavam no Santuário de Fátima, depois de rezar na Capelinha das Aparições.

    Três fugas ao protocolo, muito raras para este Papa, mostrando que está mais tranquilo, mais alegre e mais à vontade com as multidões do que tem sido costume nos seus cinco anos de papado, mesmo dentro do Vaticano. O próprio porta-voz da Santa Sé disse ontem acreditar que a imagem que os portugueses tinham de Bento XVI, de um papa "frio e reservado, já mudou".

    Para Bento XVI o dia começou às sete da manhã com uma missa privada, na Nunciatura Apostólica. Tão privada que apenas os que com ele ficaram na Nunciatura assistiram. O resto do seu séquito, incluindo os jornalistas que o acompanham, tiveram também, à mesma hora, mas no hotel, uma missa celebrada por D. Simone De Vito.

    Por isso, Bento XVI só se juntou à sua comitiva já no Centro Cultura de Belém. Chegou tranquilo e sorridente com os já tradicionais sapatos vermelhos, que continuaram a ser o único apontamento de cor nas suas vestes brancas, idênticas às que vestia ontem quando pisou pela primeira vez Lisboa e às que costuma usar quando está em viagem. No pulso esquerdo, o relógio - já acertado para a hora portuguesa - indicava o atraso de dez minutos que marcou o início da cerimónia com o mundo da cultura.

    E as personalidades presentes renderam-se aos seus pés. Literalmente. O cineasta Manoel de Oliveira, centenário, ajoelhou-se para beijar o anel do Sumo Pontífice. Bento XVI retribuiria mais tarde a gentileza ao levantar-se inesperadamente da sua cadeira de meados do século XVIII, no fim do discurso do realizador português, para o cumpri- mentar. Desceu os dois degraus que o separavam do cineasta e agradeceu-lhe as suas palavras. Foi imediatamente interrompido pelas palmas do público, num gesto que se repetiu ao longo da manhã.

    No final do seu discurso, onde mais uma vez demonstrou à-vontade pouco habitual, cumprimentou vários líderes religiosos de outras confissões. E a maioria ajoelhou-se para o saudar.

    Mas foi depois, à saída, que surgiu um gesto raríssimo que surpreendeu todos os que normalmente o acompanham. Bento XVI quebrou o protocolo e regras de segurança, deixando a viatura blindada que o transporta quando não usa o papamóvel, para cumprimentar algumas crianças que o esperavam.

    O Papa voltou então à Nunciatura, enquanto o resto do séquito viajou logo para Fátima, já que Bento XVI iria fazer a viagem de helicóptero, demorando apenas meia hora.

    Segundo o que o oficial do Vaticano responsável pela organização da viagem disse ao DN, as manifestações de carinho, mas também a ordem e a harmonia que têm encontrado, estão a impressionar toda a comitiva, incluindo o Papa. E talvez isso justifique mais um desvio do guião oficial, quando antes de abandonar a Nunciatura Apostólica Bento XVI voltou à janela para acenar às muitas pessoas concentradas frente ao edifício, que gritavam "Papa à janela!".

    Na chegada a Fátima, o helicóptero aterrou ao mesmo tempo que no céu o sol brilhou por entre as nuvens. No santuário que João Paulo II visitou três vezes, e onde depositou a bala que o atingiu em 1981, surgiu outro momento não previsto. Depois de rezar na Capelinha das Aparições, o Papa dirigiu-se aos peregrinos, tocando- -lhes. A sua segurança rodeou-o imediatamente, enquanto a multidão cantava "Viva o Papa!".

    Antes, teve um momento de recolhimento em frente à imagem de Nossa Senhora. A tal que tem a bala de João Paulo II na coroa. A sua concentração era tal que um acólito teve de puxar pela sua manga para o trazer "de volta à realidade". Em seguida, na sua oração, agradeceu a todos os que pedem pelo sucessor de Pedro a Maria. No altar deixou uma rosa de ouro que trouxe do Vaticano.

    Depois de se paramentar na Igreja da Santíssima Trindade, surgindo com um manto branco-pérola, adornado a dourado e verde, Bento XVI rezou as vésperas com centenas de sacerdotes e diáconos. Recolheu-se depois à Casa de N. Senhora da Carmo, para descansar e jantar. Momentos em que prefere ficar praticamente só ou ser acompanhado apenas pelos mais próximos. Já passava das 21.15 quando saiu, rumo à Capelinha das Aparições.

    O caminho foi feito sob uma chuva de aplausos, que continuaram até se iniciar a recitação do terço. Perante meio milhão de fiéis, e um número quase correspondente de velas, Bento XVI elogiou o "mar de luz" à volta da capelinha e alertou para o risco de a fé se apagar. Já visivelmente cansado, a missa foi presidida pelo cardeal Tarcisio Bertone.


    A VISITA EM NÚMEROS

    280 000

    Missa. De acordo com dados da PSP, assistiram à missa no Terreiro do Paço 280 mil pessoas, dividindo-se pela Baixa lisboeta e o Parque Eduardo VII

    8,2
    Km. Na distância entre a Nunciatura e o aeroporto de Figo Maduro, milhares de pessoas despediram-se de Bento XVI

    255
    Assistências. Os elementos da protecção civil e emergência médica deram assistência a 255 peregrinos. Houve ainda 20 pessoas com ferimentos ligeiros, e outras oito foram hospitalizadas

    100
    Pessoas. Trocaram o Santuário pelo heliporto de Fátima para darem as boas-vindas ao Papa

    700
    Crianças. No Cristo-Rei, 700 crianças cumprimentarem o Papa quando ele sobrevoou o monumento de helicóptero

    in: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    _________________
    UNIDOS PELO SECTOR
    Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking


      Data/hora atual: Sex 24 Nov 2017, 09:24