Fórum Oficial da ANASP

Bem-vindo ao Fórum Oficial da ANASP, Fundada em 2009 | Associação Nacional Agentes Segurança Privada | Portugal

Registe-se, conecte-se e contribua no melhor fórum de divulgação da Segurança Privada.

Visite-nos no Site Oficial ANASP em www.anasp.pt.vu

ANASP nas Redes Sociais

Siga-nos nas principais redes sociais e acompanhe todas as novidades!

FACEBOOK
Subscreva e comente as actividades e notícias da ANASP
Siga aqui https://www.facebook.com/AssociacaoNacionalDeAgentesDeSegurancaPrivada

TWITTER
Ligue-se à maior rede social corporativa do mundo
Siga aqui https://twitter.com/ANASPups

YOUTUBE
Acompanhe e partilhe os vídeos da ANASP
Subscreva aqui http://www.youtube.com/user/ANASPTV
Fórum Oficial da ANASP

Bem-vindo ao Fórum Oficial da ANASP, Fundada em 2009 | Associação Nacional Agentes Segurança Privada | Portugal

ANASP - Associação Nacional Agentes Segurança Privada

"UNIDOS PELO SECTOR"

Sede: Urbanização Caliço, Lote P10, Frente A, 8200 Albufeira (ao lado terminal autocarros Albufeira)
Delegação Faro: Rua Libânio Martins, nº14, Fração B na União de Freguesias da Sé e São Pedro.

Delegação Lisboa:  Rua Abranches Ferrão Nº 13, 1º, 1600-296 Lisboa (Em frente à Loja do Cidadão das Laranjeiras)

Delegação Braga: Rua Dr. Francisco Duarte, 75/125, 1º, Sala 23, C.C. Sotto Mayor – 4715-017 Braga

 (ao lado Segurança Social de Braga, contactar Dra. Eva Mendes)

Telemóvel: 938128328 Telefone: 289048068


Horário de atendimento: Segunda a Sexta: 09h/12h - 14h/17h

Telefone: +351 253 054 799

Telemóvel: /+351 965293868  / +351 936345367(tag) / +351 917838281

Email: geral.anasp@gmail.com

Últimos assuntos

» ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:34 por ANASP

» ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:31 por ANASP

» Ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:28 por ANASP

» Ofertas de Emprego Segurança Privada
Sex 31 Jul 2015, 13:54 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_23julho
Qui 23 Jul 2015, 14:23 por ANASP

» ANASP_Newsletter_23julho
Qui 23 Jul 2015, 14:16 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_16julho
Qui 16 Jul 2015, 14:43 por ANASP

» ANASP_Newsletter_16julho
Qui 16 Jul 2015, 14:10 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_15julho
Qua 15 Jul 2015, 13:58 por ANASP

Galeria


Navegação


    Greve dos ferroviários trava comboios de Norte a Sul

    Compartilhe
    avatar
    ANASP
    Admin

    Mensagens : 3215
    Reputação : 61
    Data de inscrição : 17/07/2009
    Idade : 38
    Localização : Portugal
    23032010

    Greve dos ferroviários trava comboios de Norte a Sul

    Mensagem por ANASP

    Greve dos ferroviários trava comboios de Norte a Sul

    publicado 10:12 23 Março '10

    O porta-voz da CP, Bruno Martins, reconheceu que a greve causou "bastante dificuldade" nas primeiras horas da manhã José Coelho, Lusa
    A perspectiva de congelamento de salários em 2010, um quadro que pode atingir perto de dez mil trabalhadores ferroviários, é o motivo da greve de 24 horas que está a afectar, esta terça-feira, a circulação de comboios nos grandes centros urbanos. O Sindicato dos Trabalhadores do Sector Ferroviário aponta para uma adesão de 80 a 90 por cento. A CP admite que a paralisação está a causar “dificuldades um pouco por todo o país”.
    Greve dos ferroviários trava comboios de Norte a Sul
    0 twitter
    Share
    A greve, explicou à Antena 1 José Manuel Oliveira, do Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Sector Ferroviário, "tem a ver, essencialmente, com o anúncio que o Governo fez de congelamento de salários nas empresas do sector": "Esta decisão está a ser acompanhada nas propostas que as empresas estão a colocar quer na CP, quer na Refer, quer na própria EMEF [Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário]. Só a CP Carga, até ao momento, é que não fez nenhuma proposta, embora, tendo a CP feito esta proposta, a CP Carga o faça mais tarde ou mais cedo, de aumento zero para 2010, como eles costumam dizer".

    "Nalguns casos, como a EMEF, indiciando que esta pode ser uma decisão que vá até 2013", frisou o dirigente sindical.

    Ao início da manhã, o sindicato do sector garantia que a circulação ferroviária estava a ser "fortemente perturbada" pela greve. A adesão dos trabalhadores ao protesto atingia, segundo a estrutura, os 80 a 90 por cento "em alguns locais". José Manuel Oliveira denunciou ainda que os trabalhadores incumbidos dos serviços mínimos no Centro Operacional, perto da Estação de Santa Apolónia, em Lisboa, foram "expulsos" e "substituídos por quadros superiores da empresa": "O objectivo deles é fazer circular os comboios a qualquer custo".

    O Sindicato dos Trabalhadores do Sector Ferroviário solicitou mesmo a intervenção da Autoridade para as Condições do Trabalho e pondera agora avançar com uma queixa-crime contra a Refer por alegada violação da lei. A empresa garante que os trabalhadores destacados para a operação das linhas ferroviárias durante a greve são qualificados, pelo que a segurança está acautelada.

    Circulação "efectuada com bastante dificuldade"

    Em declarações à rádio pública, o porta-voz da CP, Bruno Martins, reconheceu que a greve causou "bastante dificuldade" nas primeiras horas da manhã. Uma situação que se estendeu "a todo o território nacional, nomeadamente nos comboios urbanos de Lisboa e Porto". Em ambas as cidades, a CP assegurava, ao amanhecer, "cerca de 25 por cento da oferta regular", o que correspondia "aos serviços mínimos garantidos para os períodos de ponta".

    "No que diz respeito a comboios de longo curso, foram garantidas as ligações internacionais entre Madrid e Lisboa e entre a fronteira francesa com Espanha e Lisboa, mas todas as circulações em comboios de longo curso no território nacional encontram-se suspensas por agora. No que diz respeito a comboios do serviço regional nos eixos espalhados pelo país foi possível garantir cerca de metade da oferta neste início de manhã", adiantava o responsável ouvido pela Antena 1.

    Bruno Martins corrigiu entretanto os dados sobre a circulação de composições, alegando que a situação começa agora a retomar a "normalidade".

    "A situação de comboios, um pouco por todo o país, já se começa a verificar com quase normalidade. No que diz respeito a comboios urbanos de Lisboa e do Porto, a circulação de comboios já se processa de forma conducente à normalidade. Esperamos que durante esta manhã as condições normais de circulação sejam repostas. No que diz respeito a comboios de longo curso e regionais, a mesma coisa. Os comboios já estão a circular e os clientes da CP já podem contar neste momento e a esta hora com muito mais oferta do que tinham ao início da manhã. O início da manhã foi um período difícil", declarou o porta-voz.

    Fertagus repõe ligações entre Lisboa e Setúbal

    Os transportes ferroviários na Ponte 25 de Abril sofreram também "fortes condicionamentos" ao início da manhã. Perante os efeitos da greve na Refer, empresa que gere a circulação, a Fertagus chegou mesmo a pedir aos utentes que não se dirigissem às estações.

    Segundo a administradora delegada da Fertagus Cristina Dourado, citada pela agência Lusa, o aviso de que "a situação poderia assumir esta gravidade" chegou "muito tarde", o que impediu a empresa de "articular com os restantes operadores um serviço alternativo".

    A circulação entre Lisboa e Setúbal acabou por ser reposta a meio da manhã.

    in: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    _________________
    UNIDOS PELO SECTOR
    Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking


      Data/hora atual: Seg 20 Nov 2017, 22:42