Fórum Oficial da ANASP

Bem-vindo ao Fórum Oficial da ANASP, Fundada em 2009 | Associação Nacional Agentes Segurança Privada | Portugal

Registe-se, conecte-se e contribua no melhor fórum de divulgação da Segurança Privada.

Visite-nos no Site Oficial ANASP em www.anasp.pt.vu

ANASP nas Redes Sociais

Siga-nos nas principais redes sociais e acompanhe todas as novidades!

FACEBOOK
Subscreva e comente as actividades e notícias da ANASP
Siga aqui https://www.facebook.com/AssociacaoNacionalDeAgentesDeSegurancaPrivada

TWITTER
Ligue-se à maior rede social corporativa do mundo
Siga aqui https://twitter.com/ANASPups

YOUTUBE
Acompanhe e partilhe os vídeos da ANASP
Subscreva aqui http://www.youtube.com/user/ANASPTV
Fórum Oficial da ANASP

Bem-vindo ao Fórum Oficial da ANASP, Fundada em 2009 | Associação Nacional Agentes Segurança Privada | Portugal

ANASP - Associação Nacional Agentes Segurança Privada

"UNIDOS PELO SECTOR"

Sede: Urbanização Caliço, Lote P10, Frente A, 8200 Albufeira (ao lado terminal autocarros Albufeira)
Delegação Faro: Rua Libânio Martins, nº14, Fração B na União de Freguesias da Sé e São Pedro.

Delegação Lisboa:  Rua Abranches Ferrão Nº 13, 1º, 1600-296 Lisboa (Em frente à Loja do Cidadão das Laranjeiras)

Delegação Braga: Rua Dr. Francisco Duarte, 75/125, 1º, Sala 23, C.C. Sotto Mayor – 4715-017 Braga

 (ao lado Segurança Social de Braga, contactar Dra. Eva Mendes)

Telemóvel: 938128328 Telefone: 289048068


Horário de atendimento: Segunda a Sexta: 09h/12h - 14h/17h

Telefone: +351 253 054 799

Telemóvel: /+351 965293868  / +351 936345367(tag) / +351 917838281

Email: geral.anasp@gmail.com

Últimos assuntos

» ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:34 por ANASP

» ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:31 por ANASP

» Ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:28 por ANASP

» Ofertas de Emprego Segurança Privada
Sex 31 Jul 2015, 13:54 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_23julho
Qui 23 Jul 2015, 14:23 por ANASP

» ANASP_Newsletter_23julho
Qui 23 Jul 2015, 14:16 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_16julho
Qui 16 Jul 2015, 14:43 por ANASP

» ANASP_Newsletter_16julho
Qui 16 Jul 2015, 14:10 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_15julho
Qua 15 Jul 2015, 13:58 por ANASP

Galeria


Navegação


    "Quem aceita o mal sem protestar, coopera realmente com ele".

    Compartilhe
    avatar
    Presidente

    Mensagens : 89
    Reputação : 14
    Data de inscrição : 18/07/2009
    05082009

    "Quem aceita o mal sem protestar, coopera realmente com ele".

    Mensagem por Presidente

    "Quem aceita o mal sem protestar, coopera realmente com ele".


    A lei deveria ser uma verdadeira manifestação do desejo do povo para punir os corruptos, mas os infinitos recursos permitidos por lei prolongam os processos, o que se entende como impunidade.
    As leis já tendem a perder sua essência. As brechas é que são válidas. Amparados nisto, os esquemas de corrupção são criados com base nas brechas das leis, como forma de garantir o poder, apesar das irregularidades.
    Os corruptos tem todo um aparato de leis a seu favor. Os corruptos são seres quase inatingíveis, “deitados eternamente em berço explêndido” especializam-se em “atalhos” para agirem sempre “dentro da lei”.
    Ao longo dos anos, em Portugal têm havido muitos casos de corrupsão, uns por aceitação de suborno e uso do cargo em proveito próprio, mas pocos ou nenhum deles foi efectivamente para a cadeia.
    Em que empresa um empregado suspeito de roubar o patrão permanece a guardar o seu patrimonio? Ninguém conhece um caso assim. As penas devem servir para a reeducação e o bom exemplo. Pelo menos é para isto que se devem criar as leis, ou, mudar as leis.
    Factos assim mostram que o problema pode não estar nas leis, mas em quem as faz. A lei é um instrumento para a organização das sociedades, entretanto, às vezes contraditória e questionável: É a lei que faz o homem, ou o homem que faz a lei? O processo dá-se mais ou menos por tabela: o povo escolhe os parlamentares; os parlamentares fazem as leis, e logo após a explosão das irregularidades vem a justificativa: nada podemos fazer, é a lei.
    O final feliz para tantas histórias de corrupsão, é uma afronta aos cidadãos que trabalharam honestamente a vida inteira para ter uma reforma que não paga sequer os seus remédios. Mas é a lei.
    Está esplicitamente escrito na CONVENÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS DA LUTA CONTRA A CORRUPSÃO:

    “ …Convencidos que a aquisição ilícita de riqueza pessoal pode ser
    particularmente prejudicial para as instituições democráticas, economias
    nacionais e o Estado de Direito…”
    Já mais concretamente ao Sector da Segurança Privada, acredita a ANASP que urge a adopção de medidas em forma de Lei, determinadas a propagar as boas práticas de ética empresarial, que possam erradicar a corrupção do rol das estratégias para obter resultados económicos.
    Cientes de que a erradicação das práticas ilegais, imorais e antiéticas depende de um esforço dos agentes económicos socialmente responsáveis para envolver em tais iniciativas um número cada vez maior de empresas e associações do Sector!

    Pior que a corrupção é a comodidade que a permite. É o conformismo que entende como processo natural uma lei que já não protege o que realmente é direito. Quando as leis deixam brechas para beneficiar os corruptos, é hora de mudá-las. Se os parlamentares não mudam as leis …
    É de Martin Luther King a sábia expressão: "Quem aceita o mal sem protestar, coopera realmente com ele".
    Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking


      Data/hora atual: Qui 29 Jun 2017, 07:15