Fórum Oficial da ANASP

Bem-vindo ao Fórum Oficial da ANASP, Fundada em 2009 | Associação Nacional Agentes Segurança Privada | Portugal

Registe-se, conecte-se e contribua no melhor fórum de divulgação da Segurança Privada.

Visite-nos no Site Oficial ANASP em www.anasp.pt.vu

ANASP nas Redes Sociais

Siga-nos nas principais redes sociais e acompanhe todas as novidades!

FACEBOOK
Subscreva e comente as actividades e notícias da ANASP
Siga aqui https://www.facebook.com/AssociacaoNacionalDeAgentesDeSegurancaPrivada

TWITTER
Ligue-se à maior rede social corporativa do mundo
Siga aqui https://twitter.com/ANASPups

YOUTUBE
Acompanhe e partilhe os vídeos da ANASP
Subscreva aqui http://www.youtube.com/user/ANASPTV
Fórum Oficial da ANASP

Bem-vindo ao Fórum Oficial da ANASP, Fundada em 2009 | Associação Nacional Agentes Segurança Privada | Portugal

ANASP - Associação Nacional Agentes Segurança Privada

"UNIDOS PELO SECTOR"

Sede: Urbanização Caliço, Lote P10, Frente A, 8200 Albufeira (ao lado terminal autocarros Albufeira)
Delegação Faro: Rua Libânio Martins, nº14, Fração B na União de Freguesias da Sé e São Pedro.

Delegação Lisboa:  Rua Abranches Ferrão Nº 13, 1º, 1600-296 Lisboa (Em frente à Loja do Cidadão das Laranjeiras)

Delegação Braga: Rua Dr. Francisco Duarte, 75/125, 1º, Sala 23, C.C. Sotto Mayor – 4715-017 Braga

 (ao lado Segurança Social de Braga, contactar Dra. Eva Mendes)

Telemóvel: 938128328 Telefone: 289048068


Horário de atendimento: Segunda a Sexta: 09h/12h - 14h/17h

Telefone: +351 253 054 799

Telemóvel: /+351 965293868  / +351 936345367(tag) / +351 917838281

Email: geral.anasp@gmail.com

Últimos assuntos

» ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:34 por ANASP

» ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:31 por ANASP

» Ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:28 por ANASP

» Ofertas de Emprego Segurança Privada
Sex 31 Jul 2015, 13:54 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_23julho
Qui 23 Jul 2015, 14:23 por ANASP

» ANASP_Newsletter_23julho
Qui 23 Jul 2015, 14:16 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_16julho
Qui 16 Jul 2015, 14:43 por ANASP

» ANASP_Newsletter_16julho
Qui 16 Jul 2015, 14:10 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_15julho
Qua 15 Jul 2015, 13:58 por ANASP

Galeria


Navegação


    ANASP_Newsletter_16.04.2015

    Compartilhe
    avatar
    ANASP
    Admin

    Mensagens : 3215
    Reputação : 61
    Data de inscrição : 17/07/2009
    Idade : 37
    Localização : Portugal
    16042015

    ANASP_Newsletter_16.04.2015

    Mensagem por ANASP

    Polícia Judiciária deteve autor de crime de abuso sexual de pessoa incapaz de resistência
    Foi detido um homem, pedreiro, de 62 anos de idade, que abusou sexualmente, de forma reiterada, de pessoa incapaz>>
    2015-04-15 | 13:36
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    Detenção pela prática de crime de incêndio florestal
    Foi detido um homem que ao limpar um terreno provocou um incêndio de grandes dimensões>>
    2015-04-15 | 13:27
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    Polícia Judiciária deteve suspeito por crimes contra a liberdade sexual e contra a propriedade
    Foi detido um homem fortemente indiciado pela prática dos crimes de violação, coação sexual e roubo, em Vila Nova de Gaia>>
    2015-04-15 | 13:16



    GNR Vila Franca de Xira - Detido por furto qualificado

    [img(349.55px,350px)][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] Núcleo de Investigação Criminal de Vila Franca de Xira deteve ontem, dia 14 de abril, um jovem com 19 anos de idade, pela prática do crime de furto qualificado.
    A detenção ocorreu na sequência de uma denúncia por furto em interior de residência, em que os militares após diligências efectuadas, localizaram e abordaram o autor do ilícito. No decorrer desta acção foi apreendido na posse do suspeito os artigos que haviam sido subtraídos do interior da residência, nomeadamente uma arma de airsoft, três telemóveis, dois pares de óculos de sol, dois relógios e diversas moedas e notas de coleção. O detido será presente ao Tribunal Judicial de Lisboa Norte – Loures hoje, dia 15 de abril.
    Data de Inserção: 15/Abr/2015
    Fonte: DCRP

    Autoridade Marítima identifica contentores deixados cair ao mar em Leixões
    15 ABR 2015 20:04
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]







    Público.pt

    EUA mantêm 378 trabalhadores portugueses, 165 militares e 5 civis nas Lajes
    RTP
    O processo de rescisões na base das Lajes já começou, o que motivou que o MNE português tivesse chamado o embaixador americano ao Palácio ...

    Correio da Manhã

    Polícias julgados por tráfico
    Correio da Manhã
    Tráfico de armas e droga, segurança privada ilegal, corrupção e coação são os crimes que empurraram treze agentes da PSP para o banco dos réus.

    Diário Digital

    Energia e infra-estruturas na agenda de Portugal para o Irão
    Público.pt
    ... Portugal e o Irão. No entanto, os chefes das duas diplomacias identificaram pontos de vista comum no combate ao terrorismo e ao tráfico de droga.

    Diário de Notícias - Lisboa

    Militar da GNR ferido à dentada
    Diário de Notícias - Lisboa
    Um militar da GNR de Bragança ficou ferido à dentada quando uma patrulha foi chamada para socorrer um indivíduo que acabou por ser detido, ...
    10:42h - 15/04/2015Profissionais do turismo e embaixada da Tunísia garantem que o destino é ...
    Ambitur Online
    "A Tunísia é como Portugal, tem uma natureza turística", acrescentou. ... "Os ataques terroristas podem acontecer em qualquer cidade do mundo", ...


    PSD e CDS chumbam revisão do quociente familiar e as 35 horas

    fonte. [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



    Relatório confirma. Citius bloqueou quatro meses na Madeira


    Renascença -‎

    O relatório (1 de Setembro de 2014 a 28 de Fevereiro de 2015) dá nota que a última informação sobre esta matéria é que "estariam em atrasos cerca de 41.000 comunicações só da comarca da Madeira. "Ora, tendo em conta que, até agora, só tivemos ...

    PSP apanha burlão das carteiras


    Jornal SOL

    De seguida, explica a PSP em comunicado, "convenciam a vítima, de forma astuciosa, a colocar a sua carteira num saco, juntamente com o saco/carteira achada, conseguindo depois apoderar-se da sua carteira sem que a mesma se apercebesse".

    Ministro questiona chefias militares sobre “alienação de material”

    Público.pt -
    [size]
    No despacho, José Pedro Aguiar-Branco mandata a Direcção-Geral de Defesa Nacional para levar a cabo a negociação, e o Estado-Maior General das Forças Armadas a apresentar um estudo sobre os custos de operação e manutenção do navio no ...[/size]

    GNR deteve três suspeitos de extorsão de 5000 euros


    Notícias ao Minuto -‎

    Queixou-se à GNR e esta força deteve hoje os indivíduos em flagrante, depois de a vítima lhes ter dado os 5000 euros. Além do dinheiro, a GNR apreendeu também quatro telemóveis. Os detidos têm entre 20 e 35 anos de idade e vão ficar nas celas da ...

    Portugal e Irão assinalam "nova fase" no relacionamento


    Notícias ao Minuto -‎

    Estes aspetos também foram sublinhados pelo ministro iraniano, que se referiu ao "muito trabalho a fazer, aos desafios comuns, porque o extremismo, terrorismo e tráfico de droga na nossa região são problemas interligados que estão a expandir-se e que ...



    15-04-2015


    • 3 vacinas facultativas recomendadas por pediatras. In Observador

    • Abusou da filha de 35 anos e deficiente intelectual. In TVI

    • Advogado garante que nunca pagou a agentes da PSP em troca de favores. In SIC

    • Alegado violador e ladrão detido pela PJ. In TVI

    • BES. Raio X de um terramoto. In RR

    • Caos no licenciamento de queimadas. In Sol

    • Chapéu monitoriza doentes com epilepsia. In SIC

    • Chuva intensa provoca inundações.In Ionline

    • [url=http://www.dn.pt/inicio/opiniao/interior.aspx?content_id=4510963&seccao=Adriano moreira&tag=Opini%E3o - Em Foco]Com apoio na experiência[/url]. In DN

    • Detido suspeito de abuso sexual da filha. In JN

    • Especial BES/GES: Anatomia da queda do império – o caso BES-Angola. In TSF

    • Estrangeiros detidos por assaltar casas de câmbio. In TVI

    • Estudo. Há “promiscuidade entre decisores políticos e interesses privados” em Portugal. In RR

    • Explosão em pedreira faz um morto. In Sol

    • Fundações receberam 140 milhões de euros em transferências irregulares. In Público

    • GNR corrige: só uma mulher morreu em Alijó . In Observador

    • Hipertensão está mal controlada nos idosos portugueses. In TSF

    • Homem matou uma mulher e feriu outra numa pastelaria e entregou-se à polícia. In JN

    • IC8 cortado em Ansião devido a acidente. In TVI

    • Infografista do PÚBLICO vence prémio na área da Saúde e Medicina Tropical. In Público

    • Inquérito disciplinar aberto a procuradores que troçaram de Sócrates no Facebook. In DN

    • Investigação inovadora abre nova porta para tratamento do Alzheimer. In DN

    • Jovem avança aos gritos sobre Mario Draghi. In TSF

    • Juízes gozaram Sócrates nas redes. Processo aberto. In Observador

    • Justiça guarda corpo cinco meses para investigação. In JN

    • Meia hora de chuva intensa arrasta viaturas em Coimbra. In TVI

    • Ministério Público acusa casal de encomendar morte de ex-marido da mulher. In DN

    • Morreu um dos queimados da explosão em Braga. In RR

    • Não beber pode ser pior que beber demais. In TVI

    • Natalidade não sobe nem desce, estagnou em valores demasiado baixos. In TSF

    • O altruísmo de bem falsificar. In TSF

    • O meu pai sempre disse: A minha profissão é ser bandido”. In DN

    • O que se passa na cabeça de um pai que maltrata um filho até à morte?. In Ionline

    • O seu analgésico pode estar a tirar-lhe a alegria. In Observador

    • Óleo alimentar vendido como azeite alentejano. In JN

    • Pagamentos ilegais na Faculdade de Ciências de Lisboa. In TVI

    • Portugal abaixo da média europeia na lista da Transparência Internacional sobre lóbis. In TSF

    • Portugueses entre os que mais álcool consomem no mundo. In DN

    • PSP alerta utentes dos transportes de Lisboa para carteiristas. In SIC

    • Quando nem o advogado consegue defender o criminoso. In Ionline

    • Secretas. Juíza pede acesso a manual dos espiões… mas com jeitinho. In Ionline

    • Sobre a Uber: “Não podemos parar o futuro”. In Observador

    • Suspeito de homicídio entregou-se na PSP. In TSF

    • Vistos Gold: CSM autorizou presidente da Relação a defender-se publicamente. In Ionline

    • Wi-Fi nos aviões é ameaça à segurança dos voos. In Observador



    -----------------------------------------------------------------------------

    EXTINÇÃO DA MANUTENÇÃO MILITAR E CRIAÇÃO DA «MM, EPE»

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
    [size]
    Segundo o Sindicato dos Trabalhadores Civis das Forças Armadas, Estabelecimentos Fabris e Empresas de Defesa (STEFFAs), a divulgação, no final da semana passada, das Ordens de Serviço n.º 16 e 17 (datadas de 08/04 e 09/04, respectivamente) junto dos trabalhadores da Manutenção Militar (MM) está a causar grande consternação e ansiedade neste Estabelecimento Fabril do Exército com mais de cem anos e que atravessa agora um processo de extinção desencadeado pelo actual Governo.

    A Manutenção Militar assegura o fornecimento de víveres, géneros alimentícios e alimentação confeccionada a todo o Exército Português, além da gestão de todas as Messes deste Ramo das Forças Armadas. A extinção da instituição foi determinada pelo Decreto-Lei n.º 11/2015, de 26 de Janeiro.

    Segundo o STEFFAs, “os referidos normativos internos vêm confirmar os piores receios dos trabalhadores, com a previsão de uma redução brutal da implantação territorial e a extinção de mais de 120 postos de trabalho nesta instituição. São totalmente encerradas as sucursais/delegações da Manutenção Militar no Porto, Coimbra, Évora, Açores e Madeira e é reduzido drasticamente o pessoal na sucursal do Entroncamento – que é, na surreal organização esboçada para a nova empresa, o único ponto de abastecimento, para todo o Exército Português, além da sede da MM, em Lisboa!”

    Com o encerramento da Sucursal do Porto, que laborava desde 1937, vão ser extintos 27 postos de trabalho. Os trabalhadores estão em inactividade desde 31/03/2015. Em Coimbra, onde a Manutenção Militar operava ininterruptamente desde 1899, são extintos 11 postos de trabalho. Os encerramentos das delegações da MM na Zona Militar dos Açores e no Funchal representam mais 8 postos de trabalho destruídos.

    A sucursal de Évora, implantada naquela cidade alentejana desde 1942, foi a primeira a ser encerrada, em 31/09/2014, acabando com os 14 postos de trabalho correspondentes. Os trabalhadores foram integrados no mapa de pessoal da Messe Militar de Évora, mapa que, na previsão da nova empresa, sofre uma redução drástica (superior a 40%), sendo eliminados 22 dos 55 postos de trabalho.

    Ainda mais brutal, segundo o comunicado, “é a redução prevista para a sucursal do Entroncamento (que passa a ser designada por «Centro de Operações do Entroncamento»). A intenção é abater, nada mais, nada menos, do que 33 postos de trabalho dos actuais 53, o que representa uma redução de mais de 60% naquele que, ainda há dois meses, era considerado pelos responsáveis da Manutenção Militar e do Exército, como um local «com um papel importantíssimo a desempenhar na nova empresa, até pela sua localização central no país». Resta agora saber como vão os apenas 20 trabalhadores previstos no novo mapa de pessoal do «Centro de Operações do Entroncamento» assegurar esse importantíssimo papel… “

    A sede da Manutenção Militar (em Lisboa, na Rua do Grilo), também não escapa aos cortes de pessoal, já que está prevista uma redução de cerca de 20% na Direcção de Operações, com a dispensa de 21 trabalhadores. (Entrocamento)

    [/size]

    ACADEMIA MILITAR NA FEIRA QUALIFICA 2015

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
    [size]
    A Academia Militar (AM), através de uma delegação de alunos, esteve presente na feira “QUALIFICA - Feira de Educação, Formação, Juventude e Emprego”, evento realizado na EXPONOR, em Leça da Palmeira.

    A participação contou com o apoio do Centro de Recrutamento do Porto, entidade responsável pela coordenação das diferentes actividades, tendo estado representadas algumas das capacidades e meios do Exército.

    Ao longo de dois dias, a Feira constitui-se como uma oportunidade única para divulgar os cursos destinados à formação dos Oficiais dos Quadros Permanentes do Exército e da Guarda Nacional Republicana, dando a conhecer a Missão da AM.

    Numa altura em que se aproxima a abertura do Concurso de Admissão ao Ano Lectivo 2015/2016, agradecemos a todos quantos nos visitaram. (Exército)

    [/size]

    Brigada de Intervenção do Exército Português treina em Mangualde

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
    [size]
    Até e 22 de Abril, a Brigada de Intervenção do Exército Português vai levar a cabo um exercício de treino denominado “MARTE15/SATURNO15” que passará por Mangualde. A preparação, treino e certificação dos efectivos do 2º Batalhão de Infantaria Mecanizado de Rodas e do Destacamento de Apoio Logístico Nacional decorre entre as regiões de Viseu, Mangualde, Arganil e Santa Comba Dão.

    A iniciativa comporta a fase final da preparação nacional, destinando-se a validar o treino das Unidades e a atestar a capacidade operacional para o desempenho das missões que lhes possam vir a ser atribuídas. Está prevista a participação de cerca de 800 militares e 160 viaturas, das quais 58 serão as mais recentes e tecnologicamente evoluídas que equipam esta importante força.

    DESTACAMENTO DE APOIO LOGÍSTICO NACIONAL PASSA A TER SEDE EM MANGUALDE

    Com a colaboração da Câmara Municipal de Mangualde, o quartel da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Mangualde passa a acolher a sede do Destacamento de Apoio Logístico Nacional (National Support Element - NSE).

    É de referir que a 1 de Janeiro de 2015, a Brigada de Intervenção deu início ao aprontamento do 2º Batalhão de Infantaria Mecanizado de Rodas, sediado no Regimento de Infantaria 14, em Viseu, a fim de ser integrado no Comando da Componente Terrestre da Força de Resposta da Organização do Tratado do Atlântico Norte - NATO Response Force de 2016, no âmbito do contributo de Portugal para a Aliança Atlântica. Em simultâneo, iniciou-se no Regimento de Infantaria 19, em Chaves, o aprontamento do Destacamento de Apoio Logístico Nacional responsável por garantir o apoio de serviços ao Batalhão, quando projectado para fora do território nacional. (Mangualde On Line)

    [/size]

    Drones portugueses invadem o Brasil

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
    [size]
    Foi à última hora que a OceanScan integrou a comitiva de empresas portuguesas presentes na brasileira LAAD (Feira Internacional de Defesa e Segurança). Apesar disso, é vista pelo responsável português que gere a promoção da indústria de Defesa nacional como uma das que tem maior potencial de sair do Brasil a facturar.

    Ao mesmo tempo, a Tekever prepara-se para assumir uma participação na única empresa brasileira certificada como estratégica na área dos drones. Junto com as restantes 13 empresas que seguiram com José Pedro Aguiar-Branco para o Brasil representam a esperança de “70 potenciais negócios”, essenciais para atingir o objectivo definido para este ano de aumentar em 100 milhões de euros as exportações portuguesas no sector.

    Tanto a OceanScan como a Tekever já trabalham há alguns anos com as Forças Armadas Portuguesas. Os seus equipamentos de sucesso servem essencialmente para levar a cabo missões de vigilância e rastreio, mas em meios diferentes. A primeira resulta de anos de cooperação entre especialistas da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto com a Marinha. Daí resultou uma start-up que se especializou em pequenos veículos submarinos vocacionados para fazer mapeamento e rastreio marítimo.

    É Eduardo Filipe, presidente do Conselho de Administração da idD, quem destaca o potencial desta empresa na feira que agora se realiza, assinalando a “grande procura” que existe por este tipo de equipamento. No caso da OceanScan, além dos sistemas já disponibilizados à Marinha portuguesa, foram já vendidas três sistemas à Marinha da Lituânia (para detecção de minas) dois sistemas à Rússia (para operarem em missões de busca e salvamento) outros dois à Universidade de Zagreb (Croácia) e outros tantos a uma universidade chinesa.

    Os drones submarinos que a OceanScan produz já têm, portanto, nome na Europa e a aposta é que, agora, os seus LAUV (Light Autonomous Underwater Vehicle – Veículo Submarino Autónomo Leve) passem a operar nos mares do Atlântico Sul.

    Mas Eduardo Filipe antecipa outra oportunidade de negócio comdrones, desta vez no ar. A Tekever – que vendeu dois drones à Polícia de Segurança Pública e tem estabelecido protocolos de cooperação e cedência dos seus sistemas ao Exército, Marinha e GNR – prepara-se para adquirir uma participação na SANTOSLAB. A empresa Brasiliera que fornece à Marinha brasileira os seus drones de vigilância.

    Já há mais de um ano que existia uma ligação entre as duas empresas. Desde há ano e meio que o Carcará da SANTOS LAB é equipado com material da Tekever. Segundo Ricardo Mendes, responsável da empresa portuguesa, o interior da aeronave era quase exclusivamente português (sistema de comunicação e de controlo em terra, por exemplo). Com o passar do tempo, ambas as empresas chegaram à conclusão de que “faria sentido trabalharem juntas”. E assim se avançou para a assinatura de um acordo para a aquisição de uma participação na empresa brasileira. O objectivo é tornar a Tekever num “accionista de grande significado” na SANTOS LAB. Ricardo Mendes escusou-se a quantificar – tanto em termos da percentagem da participação como em termos de verbas investidas - o que representa essa expressão, argumentando com as rígidas regras de sigilo que o Estado brasileiro impõe no sector.

    O Brasil coloca sob reserva todos os números que estejam relacionados com as entidades que certificou como empresa estratégica brasileira. É precisamente por isso que a Tekever está interessada na SANTOS LAB. “É a única fabricante de drones que pode trabalhar no Brasil no sector de Defesa”, garante Ricardo Mendes. O sigilo militar impede mesmo que se revele quantos Carcará opera a Marinha brasileira e a Polícia Federal.

    Sector vale 1,7 mil milhões em exportações

    Criada há menos de um ano, a idD (Plataforma das Industrias de Defesas Nacionais) tem como objectivos a identificação de negócios no exterior e a internacionalização das empresas portuguesas de Defesa. Para isso, em meio ano, levou um conjunto dessas empresas a quatro feiras internacionais – Colômbia, Índia, Abu Dhabi e Madrid – como a que esta semana se realiza no Brasil.

    Eduardo Filipe, presidente do Conselho de Administração, estabeleceu para 2015 a meta de fazer crescer em 100 milhões de euros as exportações portuguesas no sector. De acordo com o mesmo responsável, as exportações das 120 empresas que compõem o sector representaram “1,72 mil milhões de euros” no ano passado.

    Eduardo Filipe identificou quatro áreas com maior potencial de crescimento. Além da indústria naval (onde se inclui a OceanScan) e dos UAV (onde estão os drones da Tekever), o CEO da idD sinalizou também os têxteis, as tecnologias da informação e os sistemas de detecção e socorro a náufragos como as áreas que mais podem contribuir para os “potenciais 70 negócios” que as empresas portuguesas podem trazer da América do Sul.
    [/size]


    _________________
    UNIDOS PELO SECTOR
    Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking


      Data/hora atual: Ter 25 Abr 2017, 06:35