Fórum Oficial da ANASP

Bem-vindo ao Fórum Oficial da ANASP, Fundada em 2009 | Associação Nacional Agentes Segurança Privada | Portugal

Registe-se, conecte-se e contribua no melhor fórum de divulgação da Segurança Privada.

Visite-nos no Site Oficial ANASP em www.anasp.pt.vu

ANASP nas Redes Sociais

Siga-nos nas principais redes sociais e acompanhe todas as novidades!

FACEBOOK
Subscreva e comente as actividades e notícias da ANASP
Siga aqui https://www.facebook.com/AssociacaoNacionalDeAgentesDeSegurancaPrivada

TWITTER
Ligue-se à maior rede social corporativa do mundo
Siga aqui https://twitter.com/ANASPups

YOUTUBE
Acompanhe e partilhe os vídeos da ANASP
Subscreva aqui http://www.youtube.com/user/ANASPTV
Fórum Oficial da ANASP

Bem-vindo ao Fórum Oficial da ANASP, Fundada em 2009 | Associação Nacional Agentes Segurança Privada | Portugal

ANASP - Associação Nacional Agentes Segurança Privada

"UNIDOS PELO SECTOR"

Sede: Urbanização Caliço, Lote P10, Frente A, 8200 Albufeira (ao lado terminal autocarros Albufeira)
Delegação Faro: Rua Libânio Martins, nº14, Fração B na União de Freguesias da Sé e São Pedro.

Delegação Lisboa:  Rua Abranches Ferrão Nº 13, 1º, 1600-296 Lisboa (Em frente à Loja do Cidadão das Laranjeiras)

Delegação Braga: Rua Dr. Francisco Duarte, 75/125, 1º, Sala 23, C.C. Sotto Mayor – 4715-017 Braga

 (ao lado Segurança Social de Braga, contactar Dra. Eva Mendes)

Telemóvel: 938128328 Telefone: 289048068


Horário de atendimento: Segunda a Sexta: 09h/12h - 14h/17h

Telefone: +351 253 054 799

Telemóvel: /+351 965293868  / +351 936345367(tag) / +351 917838281

Email: geral.anasp@gmail.com

Últimos assuntos

» ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:34 por ANASP

» ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:31 por ANASP

» Ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:28 por ANASP

» Ofertas de Emprego Segurança Privada
Sex 31 Jul 2015, 13:54 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_23julho
Qui 23 Jul 2015, 14:23 por ANASP

» ANASP_Newsletter_23julho
Qui 23 Jul 2015, 14:16 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_16julho
Qui 16 Jul 2015, 14:43 por ANASP

» ANASP_Newsletter_16julho
Qui 16 Jul 2015, 14:10 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_15julho
Qua 15 Jul 2015, 13:58 por ANASP

Galeria


Navegação


    ANASP_NEWSLETTER_03.03.2015

    Compartilhe
    avatar
    ANASP
    Admin

    Mensagens : 3215
    Reputação : 61
    Data de inscrição : 17/07/2009
    Idade : 38
    Localização : Portugal
    04032015

    ANASP_NEWSLETTER_03.03.2015

    Mensagem por ANASP


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
    [size=32]DESTAQUE[/size]

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Público.pt - ‎
    O ex-agente da Polícia Judiciária (PJ) e antigo vice-presidente do Sporting Paulo Pereira Cristóvão foi detido nesta terça-feira pela PJ. A notícia foi avançada pelo Correio da Manhã e confirmada pelo PÚBLICO. Pereira Cristóvão estará ligado a assaltos à ...
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]O Jogo
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]SIC Notícias
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]Diário de Notícias - Lisboa
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]Diário Digital

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Observador -
    As oito alterações legislativas para combate ao terrorismo vão ser discutidas no Parlamento esta quarta-feira. Uma das alterações é a criminalização da apologia pública do terrorismo, prevendo um agravamento da pena até quatro anos de prisão quando o ...
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]TVI24

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Público.pt - ‎
    Teerão rejeitou hipótese levantada por Obama. Presidente norte-americano diz que primeiro-ministro de Israel estava errado quando se opôs a um acordo provisório com o Irão. 4. Multimédia. Tópicos · Nuclear · Israel · Irão · América · Barack Obama ...
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]Terra Brasil
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]DCI
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]RTP

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Observador - ‎
    É a primeira vez que o grupo islamita da Nigéria publica um vídeo na internet onde recorre a técnicas de propaganda semelhantes às do autoproclamado Estado Islâmico. Segundo a agência Reuters, o vídeo mostra dois homens ajoelhados e de mãos ...
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]Reuters Brasil

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    euronews - ‎
    Lentamente, mas em força, milhares de soldados iraquianos, apoiados por milícias xiitas e por estrategas iranianos, prosseguem o cerco a Tikrit, mas ainda não entraram na terra natal de Saddam Hussein, actualmente nas mãos dos energúmenos do ...
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]Diário de Notícias - Lisboa
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]Globo.com

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Público.pt - ‎
    A Polícia de Segurança Pública (PSP) deteve 40 pessoas no âmbito de uma operação de fiscalização de segurança privada, anunciou em comunicado, nesta segunda-feira. Uma das pessoas foi detida por exercício ilegal de segurança privada, outra por ...
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]Correio da Manhã
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]Diário Digital

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Notícias ao Minuto - ‎Há 55 minutos‎
    ... Estado, a troca de informações, a cooperação civil-militar em situação de crise e político-militar "na área da segurança e da defesa contra o terrorismo, proliferação de armas de destruição em massa e outras ameaças assimétricas à segurança do Estado".
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]A Bola


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Público.pt - ‎
    O Ministério da Administração Interna (MAI) quer instalar 77 câmaras de videovigilância na esquadra da PSP em Moscavide, Loures, no exterior e no interior, incluindo balneários, sala de musculação e refeitório dos agentes. O pedido esbarrou na Comissão ...

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    iOnline - ‎
    O ministro da Defesa Nacional, José Pedro Aguiar-Branco, afirmou hoje em Coimbra que Portugal tem "outra vez" condições para poder reequipar as suas Forças Armadas. O ministro José Aguiar-Branco sublinhou que foi possível "aumentar a capacidade ...
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]Correio da Manhã
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]Diário de Notícias - Funchal



    [size=32]NOTICIAS_LUSÓFONAS [/size]




    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    Posted: 02 Mar 2015 02:42 PM PST

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    Rui Peralta, Luanda


    Declaração Universal dos Direitos do Homem


    "A Assembleia Geral



    Proclama a presente Declaração dos Direitos do Homem como o ideal comum, onde todos os povos e nações disponibilizem os seus esforços, para que, tanto os indivíduos como as instituições, se inspirem constantemente nela e promovam, por meio do ensino e da educação, o respeito destes direitos e liberdades e lhes assegurem, mediante providências progressivas de carácter nacional e internacional, o seu reconhecimento e aplicação universais e efectivos, tanto entre os povos dos Estados Membros, como entre os dos territórios onde exercem jurisdição os ditos Estados."


    O resgate do Futuro


    Para que a Declaração Universal dos Direitos Humanos seja o "ideal comum" será necessária, ainda, uma longa e árdua luta, travada em várias frentes e em diferentes contextos. Este objectivo torna-se mais difícil quando assumido em África, maioritariamente composta por Estados que obtiveram a sua independência na segunda metade do século XX, em alguns casos  - a exemplo de Angola, Moçambique e Guiné - obtida através de uma prolongada Guerra de Libertação Nacional (no caso de Angola dividida em duas fases: o combate ao colonial-fascismo, numa primeira fase, e o combate contra o imperialismo (cujos Estados agenciados - a Africa do Sul e o Zaire, actual RDC, ou seja o apartheid e a "autenticidade", a etnosofia bóer e a bantu - atacaram militarmente Angola), numa segunda fase, durante e após a independência. Existiu ainda, em Angola, uma terceira fase, caracterizada pelo combate a um inimigo interno financiado pelo imperialismo e pelas forças neocolonialistas, embora esta fase estivesse já ligada aos mecanismos de acumulação de Capital.



    Colonialismo e guerra foram os dois factores-chave que estão na origem dos graves problemas estruturais de Angola. São estes dois factores que asfixiaram a cultura democrática e estrangulam a praxis política democrática da nação. Os cinco séculos de colonialismo caracterizaram-se por uma dominação brutal, anti-humanista, que tentou reduzir o Homem angolano à sub-existência da servidão. A fase final do colonialismo (o colonial-fascismo, que vigorou entre 1928 e 1974, tendo na sua ultima década uma tentativa de restruturação que atingiu o seu auge na "Primavera marcelista" - montanha que pariu um rato - e que em Angola (como em Moçambique) caracterizou-se por um período de agudização da luta de classes e da luta de libertação nacional, ao mesmo tempo que o colonial-fascismo procedia a alterações diversas que tinham como objectivo o aumento da sua base de apoio e de sustentação.



    Praxis democrática e cultura democrática, consciência cívica e cidadania foram valores inexistentes durante o colonialismo e esta inexistência foi a sua mais pesada herança. A repressão, a censura e a tortura preencheram esta ausência, fundamental para o colonial-fascismo manter o seu domínio. A sociedade colonial era brutal e alienatória, fechada à participação cívica, paternalista e assente na descriminação social e no racismo. Angola - a joia do Império - aparecia inserida naquele universo concentracionário que ia do Minho a Timor.



    Analfabetismo, crianças sem acesso ao ensino, destruição das culturas nacionais, impostos sobre os camponeses, aumento dos horários de trabalho, apartheid social e racial (com impacto particular na educação. O apartheid social é ainda hoje - 40 anos depois da Independência Politica - visível e de grande impacto na Educação, situação agravada pelos colégios privados, ou pelo comportamento das elites - copiosamente imitadas pela parca classe média - de enviar os filhos e sobrinhos para o estrangeiro, utilizando verbas de empresas publicas, ou seja erário publico), expulsão dos bairros africanos para fora das cidades (também um sintoma dos dias de hoje, com as actuais concepcões urbanas neocolonialistas - a cidade pós-colonial é, afinal, a cidade pós-colonial - e que são um indicador negativo dos índices de desenvolvimento), quase inexistência de associações sindicais - ou pelo menos a sua total subordinação a interesses alheios, como o Estado, o patronato e o(s) partido(s) - ou organizações autónomas de trabalhadores, são alguns dos factores gerados pelo colonialismo, herdados pela independência e agravados pela guerra e que uma dúzia de anos de Paz comprovaram que a vontade politica em resolvê-los não passa de um mero item de propaganda eleitoralista.



    Cinco séculos de colonialismo e quatro décadas de guerra "anestesiaram" a sociedade angolana e fizeram do "Homem Novo" um homúnculo alienado. A difícil caminhada para a cidadania plena, para sair do trilho pantanoso, do lamaçal, necessita de trilho firme, senão o Homem Novo nunca conseguirá erguer-se, acabando, esgotado, por envelhecer na lama. Esse trilho firme é constituído por três componentes vitais para qualquer sociedade: Educação, Saúde e Habitação condigna. Três direitos consignados e uma Nova Cultura Politica são ferramentas sem as quais não é possível construir o futuro.



    Resgatar valores só é possível através do resgate do futuro, para que os valores resgatados possam ser efetivados na cidadania e confrontados com novas realidades, transmitindo nesse confronto a mensagem dos antepassados. Cinco seculos de colonialismo mercantilizaram a tradição. O resgate do futuro permitirá  construir a consciência cívica e compreender as lições da História. Construir o Homem Novo com ideias velhas,  é reconstruir um cadáver. A História não é passado morto, vive-se, recorda-se e é lição aprendida, que nunca deve ser esquecida, adulterada ou amputada. A Historia é para ser recordada na verdade, nunca no mito que a obscurece, amputa e adultera...



    Resgatar o futuro para que os nossos filhos e netos possam usufruir das lições dos avôs que em busca de um mundo melhor deram-nos o exemplo: o futuro constrói-se agindo no presente.


    O Livru


    Constituição da Republica de Angola

    Titulo II (Direitos, Liberdades e Garantias Fundamentais)

    Capitulo III (Direitos e Deveres Económicos, Sociais e Culturais)



    Artigo 79.°

    (Direito ao ensino, cultura e desporto)


    1. O Estado promove o acesso de todos á alfabetização, ao ensino, á cultura e ao desporto e ao desporto, estimulando a participação dos diversos agentes particulares na sua efectivação, nos termos da lei.

    (...) 3. A iniciativa particular e cooperativa nos domínios do ensino, da cultura e do desporto exerce-se nas condições previstas na lei.


    Artigo 80.°

    (Infância)



    1. A criança tem direito à atenção especial da família, da sociedade e do Estado, os quais, em estreita colaboração, devem assegurar a sua ampla protecção contra todas as formas de abandono, discriminação, opressão, exploração e exercício abusivo de autoridade, na família e nas demais instituições.

    2. As políticas públicas no domínio da família, da educação e da saúde devem salvaguardar o princípio do superior interesse da criança, como forma de garantir o seu pleno desenvolvimento físico, psíquico e cultural.

    (...)


    Artigo 81.°

    (Juventude)


    1. Os jovens gozam de protecção especial para efectivação dos seus direitos económicos, sociais e culturais, nomeadamente:

    a) No ensino, na formação profissional e na cultura;

    (...)


    O livro escolar esvoaça pelo mercado. O gratuito tem preço e o preço de capa é apenas valor da capa. O livro escolar, quase sempre pobre de conteúdo pedagógico, concebido para garantir a manutenção da ignorância e não a descoberta dos prazeres do saber, transforma-se em "livru". "Aki ah livru", reza um cartaz tamanho A4, afixado num muro, algures nos subúrbios de Luanda, frente a uma instituição publica e com uma unidade da Policia Nacional na esquina oposta.

    O encarregado de educação pagou os "livrus" dos filhos... Naquele mês, em casa, só houve uma refeição...


    O meo páîs


    Constituição da Republica de Angola



    Titulo I

    (Princípios Fundamentais)

    Artigo 1.°

    (Republica de Angola)


    Angola é uma Republica soberana e independente, baseada na dignidade da pessoa humana e na vontade do povo angolano, que tem como objectivo fundamental a construção de uma sociedade livre, justa, democrática, solidária, de paz, igualdade e progresso social.


    O meo páîs nao tem agua da rede nem enérgia na rede k só tem kuando a tia Jacinta estende o fio. A energia é da edêle e agua compramos cô bidon aos cubanos do camion.

    Vou ir na escola a pé. À livrus k nô tenho e usu livru emperestadu ou cópia memo. Kuando às aula acabão vou vir a pé para o kubiculo. Fiko là cô os meos manus, pois o papà e a mamà foram no trabalho e a mamà dêmóra k vai ir na igreja e o papà kuando vem no kubiculo pergunta pla mamà e o manu diz ainda.


    O B.I.


    Declaração Universal dos Direitos do Homem

    Artigo 15


    1. Toda a pessoa tem direito a uma nacionalidade.

    2. Ninguém pode, arbitrariamente ser privado da sua nacionalidade, nem do direito de mudar de nacionalidade.


    Januária dos Anjos, 36 anos, natural do Huambo, terra da mãe. O pai foi morto na guerra e a mãe com ela pela mão se meteu na estrada para Luanda. Januária sabe ler mas só agora anda na escola. Trabalha em casa de branco estrangeiro. Tem filho e marido. Tem casa e cartão de eleitor, mas não tem BI porque não tem certidão nem assento nem mais 30 mil kwanzas para tratar da situação. Uma vez pagou mas o kota da conservatória adoeceu e morreu sem fazer o documento. O marido tem BI mas quando vai tratar para ela pedem-lhe sempre mais um documento e mais dinheiro. A casa da Januaria não foi visitada pelo censo...



    Vítor Tibúrcio, 20 anos, lava carros e presta serviços vários ali no Bairro Operário. O pai trabalha na Sonangol mas não vive (nem nunca viveu) com a mãe. O Vítor não tem BI, nem certidão, tem cartão de eleitor e foi pouco â escola. Lê e escreve, é esperto e desenvolto e não se mete em assunto. Não foi visitado pelo censo. Tem a sua clientela fixa, grande maioria no prédio Carlos Dias, no B.O.



    Joana Canelas. Natural do Quito, Bié. Tem 27 anos, não tem BI, nem certidão ou assento, nem cartão eleitor. Vende cerveja e bolacha na porta de casa. Tem namorado da UGP (guarda presidencial). Foi visitada pelo censo. O namorado diz que vai tratar do assunto mas que tem de esperar pelo kumbu. Estão a pedir 30 mil, lá na conservatória e é um kota vizinho...



    Carmino Teófilo de Sousa. 15 anos. Vive com a tia, irmã da mãe. Estuda mas não tem BI. Nasceu no Cunene. A mãe pisou mina e morreu. O pai o trouxe para Luanda, deixou-o na tia e foi trabalhar para a tuga. Nunca veio, mas envia algum dinheiro que a tia diz que não chega para nada. A tia já tentou tratar do documento. Quando lhe pediram dinheiro, na conservatória, fez barulho (tem decreto do ministério, gritava a tia) e foi recebida pela senhora que era chefe lá na conservatória. A tia do Carmino explicou o assunto, mas a senhora apenas disse: "Não posso, assim. E se ele for estrangeiro? Não minha filha fala bem que a gente resolve"...



    Multiplicai por milhares para saber quantos são  ou talvez um novo censo onde conste o BI para o cidadão nacional e o passaporte ou cartão de residente para o cidadão estrangeiro...


    Bibliografia

    Constituição da Republica de Angola Imprensa Nacional - EP, Luanda, 2010

    Declaração Universal dos Direitos do Homem UN




    _________________
    UNIDOS PELO SECTOR
    Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking


      Data/hora atual: Sab 21 Out 2017, 17:29