Fórum Oficial da ANASP

Bem-vindo ao Fórum Oficial da ANASP, Fundada em 2009 | Associação Nacional Agentes Segurança Privada | Portugal

Registe-se, conecte-se e contribua no melhor fórum de divulgação da Segurança Privada.

Visite-nos no Site Oficial ANASP em www.anasp.pt.vu

ANASP nas Redes Sociais

Siga-nos nas principais redes sociais e acompanhe todas as novidades!

FACEBOOK
Subscreva e comente as actividades e notícias da ANASP
Siga aqui https://www.facebook.com/AssociacaoNacionalDeAgentesDeSegurancaPrivada

TWITTER
Ligue-se à maior rede social corporativa do mundo
Siga aqui https://twitter.com/ANASPups

YOUTUBE
Acompanhe e partilhe os vídeos da ANASP
Subscreva aqui http://www.youtube.com/user/ANASPTV
Fórum Oficial da ANASP

Bem-vindo ao Fórum Oficial da ANASP, Fundada em 2009 | Associação Nacional Agentes Segurança Privada | Portugal

ANASP - Associação Nacional Agentes Segurança Privada

"UNIDOS PELO SECTOR"

Sede: Urbanização Caliço, Lote P10, Frente A, 8200 Albufeira (ao lado terminal autocarros Albufeira)
Delegação Faro: Rua Libânio Martins, nº14, Fração B na União de Freguesias da Sé e São Pedro.

Delegação Lisboa:  Rua Abranches Ferrão Nº 13, 1º, 1600-296 Lisboa (Em frente à Loja do Cidadão das Laranjeiras)

Delegação Braga: Rua Dr. Francisco Duarte, 75/125, 1º, Sala 23, C.C. Sotto Mayor – 4715-017 Braga

 (ao lado Segurança Social de Braga, contactar Dra. Eva Mendes)

Telemóvel: 938128328 Telefone: 289048068


Horário de atendimento: Segunda a Sexta: 09h/12h - 14h/17h

Telefone: +351 253 054 799

Telemóvel: /+351 965293868  / +351 936345367(tag) / +351 917838281

Email: geral.anasp@gmail.com

Últimos assuntos

» ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:34 por ANASP

» ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:31 por ANASP

» Ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:28 por ANASP

» Ofertas de Emprego Segurança Privada
Sex 31 Jul 2015, 13:54 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_23julho
Qui 23 Jul 2015, 14:23 por ANASP

» ANASP_Newsletter_23julho
Qui 23 Jul 2015, 14:16 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_16julho
Qui 16 Jul 2015, 14:43 por ANASP

» ANASP_Newsletter_16julho
Qui 16 Jul 2015, 14:10 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_15julho
Qua 15 Jul 2015, 13:58 por ANASP

Galeria


Navegação


    ARTIGOS 11DEZ

    Compartilhe
    avatar
    ANASP
    Admin

    Mensagens : 3215
    Reputação : 61
    Data de inscrição : 17/07/2009
    Idade : 38
    Localização : Portugal
    11122014

    ARTIGOS 11DEZ

    Mensagem por ANASP

    [size=32]ARTIGOS[/size]



    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    O avião C 130 da Força Aérea Portuguesa aterrou no início da tarde desta quarta-feira, no aeródromo de São Filipe, na ilha do Fogo, com as duas ambulâncias oferecidas pelo Governo português, no âmbito das ajudas à vítimas da erupção vulcânica. 

    Depois de ter deixado as duas ambulâncias, o C130 seguiu viagem para Dakar (Senegal) com a finalidade de transportar os donativos disponibilizados pela Argentina, constituído por tendas e kits de cozinha.

    As duas ambulâncias estão devidamente equipadas para prestar os primeiros socorros e para transporte de doentes de um centro de saúde para o hospital regional.

    Esta quarta-feira, deverão sair de Angola dois aviões cargueiros com ajuda humanitária, sendo que o de maior porte deverá aterrar na ilha do Sal e outro na Cidade da Praia, de onde os materiais serão encaminhados para a ilha do Fogo, via marítima, já que o aeródromo de São Filipe encontra-se fechado a voos comerciais desde o início da erupção vulcânica. ([Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.])




    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    [size]
    Decorreu na Base Aérea n.º 5 o Operational Test and Evaluation (OT&E), com a participação de Portugal, Holanda, Noruega e Bélgica. Nesta Unidade estiveram destacados sete F-16AM/BM e cerca de 200 militares estrangeiros, com o objectivo de testar a operação do novo software do F-16 (Operational Functional Program M6.5) num ambiente simulado, mas o mais próximo possível da realidade operacional. O OT&E foi voado por pilotos operacionais das esquadras de F-16, em coordenação com pilotos de teste da Base Aérea de Edwards (E.U.A). ([Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.])



    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    [/size]
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Com esta iniciativa pretende-se a constituição de um fórum de discussão dos aspectos, quer académicos quer operacionais, da questão da repressão da actividade da pirataria marítima.​​​​
    [size]


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    "São navios modernos, de alta tecnologia, robustos para os nossos mares (...) e que têm despertado muito interesse noutros países e noutras marinhas", afirmou Berta Cabral aos jornalistas em Ponta Delgada, a bordo do Navio Patrulha Oceânico "Figueira da Foz", que hoje inicia a sua primeira missão nos Açores.

    Berta Cabral, que é madrinha do "Figueira da Foz" adiantou que "têm sido feitas prospecções de modo a que haja mais encomendas a bem da própria indústria nacional".

    "Há uma grande capacidade em Portugal de indústrias de Defesa que têm vindo a ser promovidas no exterior e que devem continuar a sê-lo, porque é uma mais-valia para a economia nacional, não só para a criação de postos de trabalho como para exportação e criação de riqueza para o nosso país", afirmou a governante.

    Além do "Figueira da Foz", a Marinha Portuguesa tem um segundo Navio Patrulha Oceânico "Viana do Castelo", que veio recentemente de uma missão no Mediterrâneo, sendo que ambos foram construídos nos Estaleiros Navais de Viana do Castelo.

    O "Figueira da Foz", que vem substituir a corveta "Baptista de Andrade" na Zona Marítima dos Açores, está equipado com a mais recente tecnologia e tem como missão exercer a autoridade do Estado no mar e realizar tarefas de interesse público nas áreas de jurisdição e soberania nacional, como é o caso das acções de fiscalização, protecção e controlo das actividades económicas, científicas e culturais ligadas ao mar, entre outras.

    O navio, com 83 metros de comprimento e capacidade para atingir 21 nós de velocidade, tem capacidade para prestar assistência a pessoas e embarcações em perigo e colaborar com a protecção civil e autoridades civis em situação de auxílio à população em caso de catástrofe, calamidade ou acidente.

    Além de desejar "boa sorte" à missão do "Figueira da Foz" nos Açores, a secretária de Estado Adjunta da Defesa Nacional referiu que a Marinha tem prestado e vai continuar a prestar "bons serviços" no arquipélago.

    O navio patrulha oceânico "Figueira da Foz", construído nos Estaleiros Navais de Viana do Castelo, deveria ter sido entregue à Marinha Portuguesa em Setembro de 2012, mas tal só aconteceu em Novembro de 2013.

    O Navio Patrulha Oceânico "Figueira da Foz" estará nos Açores está Fevereiro de 2015.

    Berta Cabral disse, ainda, que a encomenda da Marinha Portuguesa de um conjunto de lanchas dinamarquesas está "em fase de entrega", sendo que depois serão apetrechadas em Portugal na Base do Alfeite.

    A governante precisou, também, que até ao final do ano estará elaborada a Lei de Programação Militar, que irá calendarizar e quantificar a aquisição de novos meios militares num período de 12 anos. ([Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.])



    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    A ministra da Administração Interna, Anabela Rodrigues, entrega esta quarta-feira 175 viaturas à Guarda Nacional Republicana, destinadas a reforçar a capacidade de patrulhamento dos comandos territoriais. A cerimónia realiza-se na Escola da Guarda, em Queluz, onde Anabela Rodrigues entregará 126 veículos ligeiros e 49 motociclos. Após a cerimónia de entrega de viaturas, a ministra deslocar-se-á ao Quartel do Carmo, onde visitará uma exposição onde são exibidos diversos meios da guarda a fim de conhecer melhor a instituição. Anabela Rodrigues assumiu o cargo de ministra da Administração Interna no mês passado, após a demissão de Miguel Macedo. Fonte:Correio da Manhã
    [/size]

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    [size]
    O Primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, e o ministro da Defesa Nacional, José Pedro Aguiar-Branco, visitaram esta sexta-feira, o Navio da República Portuguesa (NRP) Viana do Castelo, aquando da sua chegada à Base Naval de Lisboa, no Alfeite.

    Entre os dias 2 e 30 de novembro, o NRP Viana do Castelo realizou cinco ações de busca e salvamento e socorreu 585 pessoas.

    Durante uma intervenção a bordo do Navio, Passos Coelho afirmou que “os portugueses e os Europeus não podem fechar os olhos a esta tragédia humanitária” em que “centenas e centenas de pessoas perdem a vida” numa situação de “radical vulnerabilidade”.

    O Primeiro-ministro destacou ainda as diversas operações lançadas pela Agência Europeia FRONTEX e que, graças à “participação de vários Estados Membros da União Europeia”, tem desenvolvido “um modelo pan-europeu de Segurança Fronteiriça Integrada e desempenhado as suas funções no pleno respeito da legislação pertinente da EU”.

    “Uma vez mais, Portugal, as suas Forças Armadas e as suas Forças e Serviços de Segurança saem altamente prestigiadas e reconhecidas, nacional e internacionalmente, pelo conjunto de excelentes resultados alcançados e pela disponibilidade e prontidão com que disponibiliza as suas capacidades nestas missões de operação”, frisou ainda.

    O Primeiro-ministro referiu também que é uma prioridade estratégica do País “a cooperação e o apoio ao desenvolvimento e estabilização dos países na margem sul do Mediterrâneo”. ([Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.])



    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    [/size]
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    [size]
    O ministro da Defesa Nacional, José Pedro Aguiar-Branco assistiu, durante a tarde desta sexta-feira, ao Lusitano 2014 que considera ser um “exercício de excelência” fundamental para que as Forças Armadas atinjam o “grau de prontidão” necessário para responder eficazmente às várias situações que possam surgir.

    José Pedro Aguiar-Branco assistiu à fase final do Exercício Lusitano na Base Aérea n. º 11, em Beja, onde foram simuladas as situações de apoio à ajuda humanitária e evacuação de cidadãos nacionais em área de crise, num País fictício designado Palândia.

    Em declarações aos jornalistas, o ministro da Defesa Nacional referiu que “antes das operações” reais é preciso treinar bastante “para que nos momentos e nas horas certas as missões sejam cumpridas com êxito”. O responsável pela pasta da Defesa Nacional deu como exemplo a crise na Guiné Bissau em 2012, quando foi “necessário acautelar uma eventual evacuação de cidadãos portugueses” e cujo cenário era semelhante ao que se pôde observador durante o exercício.

    O Lusitano 2014 teve o intuito de treinar o Comando e Controlo das Forças Armadas no planeamento e execução de operações simultâneas em território nacional e no estrangeiro, nomeadamente, em operações de evacuação de não combatentes.

    Este ano, o tema escolhido pelo Estado-Maior-General das Forças Armadas – o responsável pelo exercício – foi a contaminação por vírus Ébola, entre outros. ([Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.])
    [/size]


    _________________
    UNIDOS PELO SECTOR
    Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking


      Data/hora atual: Sab 25 Nov 2017, 04:01