Fórum Oficial da ANASP

Bem-vindo ao Fórum Oficial da ANASP, Fundada em 2009 | Associação Nacional Agentes Segurança Privada | Portugal

Registe-se, conecte-se e contribua no melhor fórum de divulgação da Segurança Privada.

Visite-nos no Site Oficial ANASP em www.anasp.pt.vu

ANASP nas Redes Sociais

Siga-nos nas principais redes sociais e acompanhe todas as novidades!

FACEBOOK
Subscreva e comente as actividades e notícias da ANASP
Siga aqui https://www.facebook.com/AssociacaoNacionalDeAgentesDeSegurancaPrivada

TWITTER
Ligue-se à maior rede social corporativa do mundo
Siga aqui https://twitter.com/ANASPups

YOUTUBE
Acompanhe e partilhe os vídeos da ANASP
Subscreva aqui http://www.youtube.com/user/ANASPTV
Fórum Oficial da ANASP

Bem-vindo ao Fórum Oficial da ANASP, Fundada em 2009 | Associação Nacional Agentes Segurança Privada | Portugal

ANASP - Associação Nacional Agentes Segurança Privada

"UNIDOS PELO SECTOR"

Sede: Urbanização Caliço, Lote P10, Frente A, 8200 Albufeira (ao lado terminal autocarros Albufeira)
Delegação Faro: Rua Libânio Martins, nº14, Fração B na União de Freguesias da Sé e São Pedro.

Delegação Lisboa:  Rua Abranches Ferrão Nº 13, 1º, 1600-296 Lisboa (Em frente à Loja do Cidadão das Laranjeiras)

Delegação Braga: Rua Dr. Francisco Duarte, 75/125, 1º, Sala 23, C.C. Sotto Mayor – 4715-017 Braga

 (ao lado Segurança Social de Braga, contactar Dra. Eva Mendes)

Telemóvel: 938128328 Telefone: 289048068


Horário de atendimento: Segunda a Sexta: 09h/12h - 14h/17h

Telefone: +351 253 054 799

Telemóvel: /+351 965293868  / +351 936345367(tag) / +351 917838281

Email: geral.anasp@gmail.com

Últimos assuntos

» ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:34 por ANASP

» ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:31 por ANASP

» Ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:28 por ANASP

» Ofertas de Emprego Segurança Privada
Sex 31 Jul 2015, 13:54 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_23julho
Qui 23 Jul 2015, 14:23 por ANASP

» ANASP_Newsletter_23julho
Qui 23 Jul 2015, 14:16 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_16julho
Qui 16 Jul 2015, 14:43 por ANASP

» ANASP_Newsletter_16julho
Qui 16 Jul 2015, 14:10 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_15julho
Qua 15 Jul 2015, 13:58 por ANASP

Galeria


Navegação


    ARTIGOS_03_03_2014

    Compartilhe
    avatar
    ANASP
    Admin

    Mensagens : 3215
    Reputação : 61
    Data de inscrição : 17/07/2009
    Idade : 37
    Localização : Portugal
    03032014

    ARTIGOS_03_03_2014

    Mensagem por ANASP

    Revista CRIMINOLOGIE (ON LINE)
     


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


    CRIMINOLOGIE

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]crimino/2013/v46/n2/index.html
    ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    PERSÉE - PORTAIL DE REVUES EN SCIENCES HUMAINES ET SOCIALES
     
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


    PORTAL DE REVISTAS DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]revues/home
    --------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    FORENSIC EUROPE EXPO
     
    [size=10.4][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]FORENSICSEUROPEEXPO.COM/PAGE.CFM


    [/size]
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


    -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    V PLANO NACIONAL DE PREVENÇÃO E COMBATE À VIOLÊNCIA DOMÉSTICA - RECTIFICAÇÃO
     
    RETIFICAÇÃO 12/2014 , de 28 de Fevereiro

    Rectifica a Resolução do Conselho de Ministros nº102/2013, de 31 de dezembro, que aprova o V Plano Nacional de Prevenção e Combate à Violência Doméstica e de Género 2014-2017, publicada no Diário da República nº 253, 1ª Série, de 31 de dezembro de 2013.
    -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    V PLANO NACIONAL PARA A IGUALDADE, CIDADANIA E NÃO DISCRIMINAÇÃO - RECTIFICAÇÃO
     
    RETIFICAÇÃO 14/2014 -,de 28 de Fevereiro

    Rectifica a Resolução do Conselho de Ministros nº103/2013, de 31 de dezembro, que aprova o V Plano Nacional para a Igualdade, Género, Cidadania e Não-discriminação 2014-2017, publicada no Diário da República, nº 253, 1ª Série, de 31 de dezembro de 2013.
    -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    III PLANO NACIONAL DE PREVENÇÃO E COMBATE AO TRÁFICO DE SERES HUMANOS - RECTIFICAÇÃO
     
    RETIFICAÇÃO 13/2014 , de 28 de Fevereiro

    Rectifica a Resolução do Conselho de Ministros nº101/2013, de 31 de dezembro, que aprova o III Plano Nacional de Prevenção e Combate ao Tráfico de Seres Humanos 2014-2017, publicada no Diário da República nº 253, 1ª Série, de 31 de dezembro de 2013.
    ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    COMISSÃO EUROPEIA - POSSIBILIDADE DE BLOQUEAR CONTEÚDOS DA INTERNET
     


    1 in 4 European internet users still experience blocking of internet content, study shows.
    European Commission - MEMO/14/136 27/02/2014



    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    European Commission
    memo
    Brussels, 27 February 2014
    [size=21.3333]1 in 4 European internet users still experience blocking of internet content, study shows.[/size]
    24% of European internet users say they are prevented by their providers from watching videos, listening music or using other applications of their choice, according to a new Eurobarometer survey of 28,000 citizens across the EU.
    Blocking still a common practice
    The survey found that:

    1. 41% experience problems watching a video on a mobile device and 37% on the fixed Internet connection at home (due to speed limitations or blocking of content)


    2. 23% experience problems listening to music on their mobile device,


    3. 23% experience problems uploading content on Facebook, blogs or forums through their mobile device


    4. 19% experience problems playing online games at desk computer,


    5. 9% experience problems using Internet-delivered phone calls


    Insufficient information on speed
    The also survey shows that

    1. 60% of customers do not know their Internet speed.


    2. Of those who know their speed, 26% say that they do not get a speed which matches the terms of their contract.


    3. 40% of all respondents have experienced an internet connection break down.


    European Commission Vice President Neelie Kroes said: “When you buy an internet subscription you should get access to all content, and you should get it at the speed you have paid for. That is what the open internet should be, and all Europeans should have access to it.”
    The findings of the study reinforce evidence reported by the Body of European Regulators for Electronic Communications in 2012 on net neutrality and open internet.
    My goal is to protect consumers by guaranteeing an open internet across Europe and by giving them new rights and transparency regarding their internet connection. My goal is also to protect innovation, so that anyone can innovate on the open internet and alongside the internet without harming it. This would ultimately promote more competition and choice for the benefit of consumers” Neelie Kroes said
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
    Internet services for all
    The Commission's proposed Connected Continent Regulation (MEMO/13/779) aims at a single market for Internet and communications. The Proposal is currently being discussed by the European Union's legislators (European Parliament and Council). This proposal would deliver an open internet for all citizens in Europe and enhance transparency by requiring operators to provide their customers with accurate information about the speed and quality of the internet service they provide. It would end discriminatory blocking and throttling and deliver effective protection of the open internet. It sets out clear rules regarding traffic management banning such management except in exceptional circumstances. It also enables the provision of “specialised services” such as high definition video services and eHealth services which promote innovation and choice in telecoms markets, but it enables them in a way which maintains the quality of general internet access. Using this approach, operators would continue to be able to compete for consumers on price and quality differences (for example, different internet speeds or data volumes) that best match customers' needs.
    Useful Links
    Specific results for your country regarding net neutrality

    This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now
    ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    JAI - DIRECTIVA INVESTIGAÇÃO - COOPERAÇÃO POLICIAL E JUDICIÁRIA EM MATÉRIA PENAL
     
    [size=33]European Investigation Order: bad news for EU criminals
    THURSDAY, FEBRUARY 27, 2014 - 12:00


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
    "This instrument will allow effective prosecution of crime, in particular, cross-border crime, related to terrorism, murder, drug trafficking and corruption. It will also guarantee respect for human rights and fundamental freedoms", said the Portuguese Rapporteur Nuno Melo MEP.
    The European Investigation Order (EIO) simplifies the requests for investigative measures by judicial authorities in order to obtain evidence in another EU country. For example, French judicial authorities tracking criminals holed up in Germany could ask their German counterparts to carry out a house search or to interview witnesses there.
    These types of requests were already possible, but investigators had to rely on a patchwork of rules, some more than 50 years old, which in many cases lead to unjustified delays and additional burdens.
    The EIO cuts red tape by introducing a standard form for requesting investigative measures to obtain evidence. This will provide a faster response whilst ensuring that fundamental rights are fully respected.
    Limited grounds for refusing an EIO
    There are some grounds where an EIO can be refused, e.g. if it harms essential national security interests or if the measure requested is not authorised by the law of the Member State concerned. It can also be refused if existing rules on limitation of criminal liability relating to freedom of the press would make it impossible to execute it.

    Stricter deadlines
    Member States have up to 30 days to decide if they accept an EIO request. If accepted, there is a 90-day deadline to conduct the requested investigative measure. Any delay will be reported to the EU country issuing the EIO.

    Replacement of the European Evidence Warrant
    The European Evidence Warrant (EEW), agreed in December 2008, allowed requests for existing evidence between Member States but it did not foresee the gathering of new evidence. However no EEW was ever issued. On the other hand, 54,689 European Arrest Warrants were issued between 2005 and 2009, leading to 11,630 suspects being surrendered. The EIO replaces the European Evidence Warrant.

    The result of the EIO trialogue negotiations was approved today in plenary with 467 votes in favour, 22 against and 10 abstentions.

    European investigation order
    Note to Editors
    The EPP Group is by far the largest political group in the European Parliament with 274 Members from 27 Member States.

    Texto da Decisão, da página de Nuno Melo:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]uploads/2014/02/Decisão-Europeia-de-Investigação-texto-final-aprovado-pelo-PE.doc
    [/size]
    This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now
    ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    JULGAMENTO EM PROCESSO SUMÁRIO DE CRIMES COM PENA SUPERIOR A 5 ANOS - DECLARAÇÃO DE INCONSTITUCIONALIDADE COM FORÇA OBRIGATÓRIA GERAL
     
    III – Decisão

    Nestes termos, decide-se declarar a inconstitucionalidade, com força obrigatória geral, da norma do artigo 381º, n.º 1, do Código de Processo Penal, na redação introduzida pela Lei 20/2013, de 21 de fevereiro, na interpretação segundo a qual o processo sumário aí previsto é aplicável a crimes cuja pena máxima abstratamente aplicável é superior a cinco anos de prisão, por violação do artigo 32º, n.ºs 1 e 2, da Constituição.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]tribunalconstitucional.pt/tc/acordaos/20140174.html
    -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    Duarte Nuno Vieira integra Conselho de Consultores do Tribunal Penal Internacional
     
    Merecidíssimo, pelo trabalho que desenvolveu no Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses e como Observador da ONU para a Tortura.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
    [size][font]

    Notícia do jornal Notícias ao Minuto

    "Duarte Nuno Vieira, ex-presidente do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses (INMLCF), docente de medicina e "presidente do Conselho Europeu de Medicina Legal, integra o Conselho de Consultores Científicos internacionais (Scientific Advisory Board) do Procurador do Tribunal Penal Internacional", afirma, numa nota hoje divulgada, a reitoria da Universidade de Coimbra (UC).

    "Este Conselho, que acaba de ser criado, visa a prestação de aconselhamento técnico e científico em situações que envolvem as investigações e acusações a concretizar pelo TPI em crimes humanitários de maior gravidade, nomeadamente crimes de guerra, crimes contra a humanidade e situações de genocídio", explica o especialista em medicina legal, citado pela UC, na referida nota.
    Duarte Nuno Vieira presidiu ao Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses (INMLCF) entre 2000 e 2013, cargo do qual foi afastado por decisão governamental divulgado a 17 de novembro do ano passado.

    Para a presidência do INMLCF, a ministra da Justiça, Paula Teixeira da Cruz, nomeou o juiz desembargador da Relação de Coimbra Francisco Brízida Martins.
    Duarte Nuno Vieira acaba de regressar de Moçambique, onde ao longo de uma semana manteve reuniões de trabalho com responsáveis da UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância), com a diretora dos serviços médico-legais moçambicanos e com o ministro da Saúde de Moçambique, Alexandre Manguele.

    Aqueles contactos ocorreram no âmbito de um programa patrocinado pela UNICEF para "avançar com o plano de reestruturação da medicina legal moçambicana" e para "preparar alguns cursos de formação pós-graduada nesta área, que se pretende venham a ser concretizados numa colaboração entre as faculdades de Medicina de Coimbra e da Universidade Eduardo Mondlane, em Maputo, e possam contar com o apoio dos serviços periciais de ambos os países", adianta a UC.
    Duarte Nuno Vieira vai igualmente presidir ao Conselho Científico da também recentemente fundada, em Coimbra, Agência para a Prevenção do Trauma Psicológico e da Violação dos Direitos Humanos.
    Visando "estreitar o relacionamento" entre instituições e enfrentar o problema do trauma psicológico e da violação dos direitos humanos "de forma eficiente e integrada", a Agência foi criada no âmbito do Serviço de Psiquiatria do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra.[/font][/size]
    ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    SEMINÁRIO CRIMES CONTRA AS CRIANÇAS NA INTERNET
     
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
     ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
     
    SEMINÁRIO MEDIA, IMIGRAÇÃO E DIVERSIDADE
    [size=32]Seminário Media, Imigração e Diversidade, Setúbal, 13-14 de março de 2014[/size]
    [size=32]Inscrições abertas[/size]

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



    O Centro Protocolar de Formação Profissional para Jornalistas (CENJOR),  e o Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural (ACIDI) vão organizar em Setúbal, nos próximos dias 13 e 14 de março, um Seminário sobre “Media, Imigração e Diversidade” destinado a profissionais da comunicação social. 

    Contextualização

    Portugal é um país com tradição emigrante, mas recentemente conheceu a realidade da imigração. Os cerca de 5% de imigrantes na totalidade da população portuguesa são uma oportunidade para o país e um desafio para a sociedade de acolhimento.
    Os media também fazem parte do processo de acolhimento e integração de quem procura Portugal para residir e trabalhar.
    E que sabem os media, e os jornalistas, da temática da imigração? Como evitam mitos e preconceitos que lhe são tão comuns? Que acção exercem sobre a opinião pública? 
    Integrando um upgrade em relação aos anteriores seminários, esta iniciativa prevê, para além da componente teórica, uma componente prática, através da realização de visitas ao terreno, de forma a potenciar a aproximação dos profissionais de comunicação social ao objeto visado, permitindo, assim, um melhor acesso às fontes de informação e consecutivamente um retrato mais fiel do fenómeno imigratório e das minorias étnicas em Portugal. 
    Paralelamente e, atendendo ao valor do jornalismo multimédia, a revolucionar a produção e transmissão de notícias na atualidade, considera-se pertinente integrar a componente multimédia, seja em termos de formação ao nível da edição e publicação editorial na web (em linha), seja na efetiva aplicação deste novo modelo de jornalismo, na cobertura jornalística da visita ao terreno. 

    Objetivos do Seminário


    • Promover a diversidade nos media;

    • Promover a atualização e aprofundamento da temática da imigração na investigação e produção jornalísticas em Portugal;

    • Promover o rigor no tratamento jornalístico das questões da imigração;

    • Reforçar a sensibilização dos media para uma abordagem das questões da imigração cada vez mais atenta ao valor da diversidade intercultural e à integração das comunidades imigrantes.


    [font]
    Programa
    Os trabalhos iniciam-se pelas 14h30 de quinta-feira, dia 13 e terminam pelas 20h00 de sexta-feira, dia 14, com a realização de uma mesa redonda sobre boas práticas de jornalismo na área da diversidade intercultural.

    O Programa encontra-se disponível no sítio do CENJOR (ligação mais abaixo).

    O Seminário inclui uma visita de estudo a projetos vocacionados para a inclusão das comunidades imigrantes e ciganas, na região Norte e integra também a apresentação da peça de teatro "Vento Leste" pela atriz Natasha Marjanovic, também ela uma representante das comunidades imigrantes em Portugal (ver Cartaz mais abaixo).

    A cobertura jornalística da visita de estudo é aberta à comunicação social, sem prejuízo de estar prevista a edição de conteúdos para um suporte online, no âmbito do próprio seminário. 


    Inscrições e Contactos
    As inscrições são limitadas e gratuitas e  devem ser formalizadas junto do CENJOR, cujos contactos e ficha inscrição se encontram disponíveis no seu próprio sítio ver  Seminário «Media, Imigração e Diversidade». 
    Quaisquer pedidos de informação ou de esclarecimentos sobre esta iniciativa devem ser, de igual modo, solicitados ao CENJOR.


    [/font]
     Cartaz da peça de teatro "Vento Leste"
    integrada no Seminário   
    [font]
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    [/font]
    DATA VENIA - REVISTA ON-LINE

    Revista on -line : Data Venia

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Créditos pela veiculação da notícia:
    Adelina Barradas de Oliveira

    CINEMA - PORQUE NEM SÓ DE DIREITO VIVE O JURISTA
    O Adamastor Studios tem o prazer de acolher a programação arte | antropologia da FACA - Festa de Antropologia Cinema e Arte com a exposição EVERYTHING WE HEAR AND MANY THINGS WE DON'T e as conversas TETRIS. 
    Adamastor Studios is proud to host the art | anthropology program from FACA - Festa de Antropologia Cinema e Arte, with the exhibition EVERYTHING WE HEAR AND MANY THINGS WE DON'T along with the TETRIS talks.


    Vernissage
    dia 6 de Março às 18h 
    Opening

    6th March at 6pm

    Exposição

    dias 7, 8 e 9 de Março das 10h às 20h Exhibition
    7th, 8th and 9th March from 10am to 8pm

    Finissage - Performances 
    dia 9 de Março às 18h

    Closing Event - Performances 
    9th March at 6pm

    ---

    Exposição/laboratório de três dias, EVERYTHING WE HEAR AND MANY THINGS WE DON'T reúne um conjunto de seis instalações sonoras e uma série de soundwalks. 
    Exhibition/lab EVERYTHING WE HEAR AND MANY THINGS WE DON'T gathers six sound installations and a series of sound walks.

    Clémence Prieur, Skype na cozinha
    François Tariq Sardi, Ao nosso redor
    João Bento, Diário Sonoro
    Paulo Raposo, Happy as a clam
    Rudolfo Quintas, Présence
    Rui Chaves, I walk in the sand towards the ocean
    Tatiana Macedo, Tiananmen, 4 de Junho de 2013

    Todos os dias, artistas envolvidos, público e convidados participam na construção do TETRIS - um dispositivo de conversa desenvolvido pela rádio stress.fm:
    Every day, the artists involved, the audience and guests will participate in the making of TETRIS - a conversation device developed by radio station stress.fm:


    Sexta-feira, dia 7, às 15h com Raquel Castro - investigadora
    Friday 7th at 3pm with Raquel Castro - researcher 
    Sábado dia 8 às 16h com Tiago Pereira - realizador 
    Saturday 8th at 4pm with Tiago Pereira - film director
    Domingo dia 9 às 16h com Natxo Checa - curador
    Sunday 9th at 4pm with Natxo Checa - curator





    Curadoria Hélène Veiga Gomes e Daniela Rodrigues
    Curation Hélène Veiga Gomes and Daniela Rodrigues
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    AIESEC - UMA INSTITUIÇÃO QUE LEVA VOLUNTÁRIOS UNIVERSITÁRIOS MUNDO FORA AO SERVIÇO DOS OOUTROS
    A pedido da AIESEC vimos fazer a seguinte divulgação:

    A AIESEC Coimbra NEFE está em recrutamento! 
    Aproveita a última semana para te inscreveres nos programas que a AIESEC dispõe, pois as inscrições fecham no dia 28 de Fevereiro! 


    Os programas que temos actualmente são: Connection – o nosso programa de experiências internacionais de voluntariado é o projeto ideal para desenvolveres competências de empreendedorismo, inovação e adaptabilidade enquanto te tornas um agente de mudança social. Com a duração entre 6 a 12 semanas, ser-te-á dada a oportunidade de ganhares experiência em áreas como a Educação, a Saúde e a Gestão. 


    Terás a possibilidade de ser voluntário em países como Itália, Grécia, Brasil, Cambodja, e muitos mais. Team Member – esta é a oportunidade ideal para um jovem estudante universitário poder ter um contacto mais aproximado com as dinâmicas e estruturas corporativas, enquanto lhe é constantemente proposto o desenvolvimento do seu potencial humano. Ser um membro ativo da AIESEC Coimbra NEFE permite-te desenvolver competências de gestão, organizacionais, ganhar network internacional num ambiente propício à experiência e enquanto crias um impacto positivo na sociedade. 


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


    _________________
    UNIDOS PELO SECTOR
    Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking


      Data/hora atual: Sex 26 Maio 2017, 11:19