Fórum Oficial da ANASP

Bem-vindo ao Fórum Oficial da ANASP, Fundada em 2009 | Associação Nacional Agentes Segurança Privada | Portugal

Registe-se, conecte-se e contribua no melhor fórum de divulgação da Segurança Privada.

Visite-nos no Site Oficial ANASP em www.anasp.pt.vu

ANASP nas Redes Sociais

Siga-nos nas principais redes sociais e acompanhe todas as novidades!

FACEBOOK
Subscreva e comente as actividades e notícias da ANASP
Siga aqui https://www.facebook.com/AssociacaoNacionalDeAgentesDeSegurancaPrivada

TWITTER
Ligue-se à maior rede social corporativa do mundo
Siga aqui https://twitter.com/ANASPups

YOUTUBE
Acompanhe e partilhe os vídeos da ANASP
Subscreva aqui http://www.youtube.com/user/ANASPTV
Fórum Oficial da ANASP

Bem-vindo ao Fórum Oficial da ANASP, Fundada em 2009 | Associação Nacional Agentes Segurança Privada | Portugal

ANASP - Associação Nacional Agentes Segurança Privada

"UNIDOS PELO SECTOR"

Sede: Urbanização Caliço, Lote P10, Frente A, 8200 Albufeira (ao lado terminal autocarros Albufeira)
Delegação Faro: Rua Libânio Martins, nº14, Fração B na União de Freguesias da Sé e São Pedro.

Delegação Lisboa:  Rua Abranches Ferrão Nº 13, 1º, 1600-296 Lisboa (Em frente à Loja do Cidadão das Laranjeiras)

Delegação Braga: Rua Dr. Francisco Duarte, 75/125, 1º, Sala 23, C.C. Sotto Mayor – 4715-017 Braga

 (ao lado Segurança Social de Braga, contactar Dra. Eva Mendes)

Telemóvel: 938128328 Telefone: 289048068


Horário de atendimento: Segunda a Sexta: 09h/12h - 14h/17h

Telefone: +351 253 054 799

Telemóvel: /+351 965293868  / +351 936345367(tag) / +351 917838281

Email: geral.anasp@gmail.com

Últimos assuntos

» ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:34 por ANASP

» ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:31 por ANASP

» Ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:28 por ANASP

» Ofertas de Emprego Segurança Privada
Sex 31 Jul 2015, 13:54 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_23julho
Qui 23 Jul 2015, 14:23 por ANASP

» ANASP_Newsletter_23julho
Qui 23 Jul 2015, 14:16 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_16julho
Qui 16 Jul 2015, 14:43 por ANASP

» ANASP_Newsletter_16julho
Qui 16 Jul 2015, 14:10 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_15julho
Qua 15 Jul 2015, 13:58 por ANASP

Galeria


Navegação


    O Fundamento da Segurança

    Compartilhe

    Comissão de Conduta Ética

    Mensagens : 5
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 31/07/2009
    22092009

    O Fundamento da Segurança

    Mensagem por Comissão de Conduta Ética

    O Fundamento da Segurança

    Uma sociedade é feita de fenómenos sociais de carácter objectivo, que se constroem e se definem pelos seus contornos, objectivos, uso, e efeitos da sua utilização; porém existem outros cujos caracteres são subjectivos, que se baseiam em conceitos abstractos, estão na origem do desenvolvimento da sensibilidade, da comunicação, do inter-relacionamento, do nível classificativo social (Moral ou Ético).
    Distinguindo-se os valores religiosos (expressão da crença pessoal e conhecimento herdado), a justiça (critério do valor de ajustamento social e garantias para a vida e o desenvolvimento), a segurança (a confiança e a garantia de que se pode confiar e superar as dúvidas) e a harmonia e a estabilidade (objectivo de todas as sociedades).
    Os homens têm como objectivo primário a alegria e a felicidade e todos os sentidos trabalham nesta direcção, quando a oferta social é contrária ou obliqua a este fim, torna-se imoral e eticamente contestável.
    As sociedades existem em inter-relacionamento e os princípios reflectem o saber que, não é mais, que o gerir cientifico da educação em geral, reflectindo-se na comunidade através das suas obras e trato da comunicação; assim o grau de civilização mede-se em primeiro elemento pelo modo como se trata o próximo, o vizinho, a família, o colega de trabalho, o funcionário, o empresário, o responsável e o coordenado.
    Da obra colectiva, nasce um sentimento, a segurança! Que é o medo ou a fobia para os fracos ou desprotegidos, ou a arrogância excessiva e a ausência de vergonha, nas formas de psicopatia social.
    Porém o objectivo da segurança é o bem-estar, a coordenação e manutenção dos recursos, a ordenação do espaço e das pessoas, a prevenção de ocorrências nocivas, a preparação de conceitos superiores de felicidade e optimização.
    Podemos então distinguir a moral e o seu conceito, que divergem entre cada um, segundo a sua experiência e conceitos de desenvolvidos ao longo da sua experimentação ou vida. As sociedades igualmente desenvolvem as suas experiências e princípios tornando-se em laboratórios e as gerações são julgadas no grande livro da história pelas suas obras, que independentemente de classificação actual, se apresentarão e serão julgados pelo princípio, que é o sentimento do bem e do mal, que todos os homens guardam no seu consciente, daí que a civilização da ética é o reflexo, que cada um oferece para uma sociedade digna, na segurança será as qualidades oferecidas pelos agentes, as capacidades comunicativas geradas e os efeitos na criação de ambientes felizes e optimizados.
    Ao longo de 45 anos de segurança privada em Portugal a ciência, a arte e a formação da vigilância, dos saberes complementares, que encerram em si o conceito necessário de segurança dominante, têm como responsáveis directos, empresas cujo os projectos são avulsos, ou em linhas de conceitos, que no valor do lucro e do mercado aberto serão plágio, por um lado e limitação pelo outro.
    As respostas às necessidades sociais e humanas requerem mais, pois uma ciência cujo saber não é compartilhado e não passa no crivo da crítica, dando origem a um saber superior, é um acto sem autoridade e será fácil sobejar arrogância e manipulação.
    A arte e o esforço do artista que quer vender a sua obra e saber, é assim limitada, desvalorizado ao ponto do valor comercial e económico, o diminuir e prejudicar toda a sociedade, originando um grupo de marginais, que nem uma reforma terão de garantia na sua velhice, se lá chegarem.
    Como reflexo disto, a formação é um investimento secundário, havendo empresas que nunca investiram algo nela; em geral é evitável, pois os clientes querem é pagar mais barato e ela é um custo.
    Chegamos assim há imagem da segurança, onde a qualidade e o seu conceito, não é bem visto equacioná-los, pois, quanto mais qualidades maior investimento e forçosamente mais formação, pois já nem é vergonha publicidade negativa para certas empresas; nem a formação dos ASP, que demonstram a sua educação com uma farda vestida, tanto em serviço, como quando dispensados de horário de trabalho; tudo isto porque existem clientes privados e públicos, que se governam e poupam através do dumping, e da miséria do ASP, que depois não recebe os seus direitos na íntegra.
    Neste jogo social, a Autoridade terá de ser vista na preparação através da Legislação e Regulação da actividade, ao longo da acção com Fiscalização e numa fase posterior ajustando o mercado, penalizando quem abuse e facilitando a fluidez dos negócios, isto para o Estado a quem compete a garantia da segurança em sociedade.
    Para as empresas e ASP a Autoridade nasce da sabedoria e do carácter do sujeito, assim a civilização demonstrada nos seus actos administrativos e jurídicos, na sua acção social serão cruciais, porém as exigências e a formação das pessoas colectivas e individuais terão de ter linhas esclarecedoras, onde se poderá ler os conceitos morais e consequentemente a coerência da ética aplicada a cada acto.
    Parece importante focar, que neste ponto preciso da Autoridade ao longo de 45 anos, todos têm falhado, o Estado que não teve coragem de fixar linhas esclarecedoras e impor assim democraticamente um espaço para a criatividade adicional; as empresas que confundiram Autoridade com hierarquia e impuseram ditaduras ou fizeram cópias baratas do exército ou da polícia; os ASP que na sua maioria nunca teve noção de Autoridade e nunca foram líderes em espaço aberto, dando uma frágil imagem e sendo incapazes de realizar os seus serviços; ou quando aparecia um esclarecido para não perturbar a cadeia de afilhados tinha de ser perseguido e em situações de impossibilidade de ser domesticado, excluído de preferência com requintes de malvadez, para se sentir diminuído.
    Sendo claro que no sector tem dominado a arrogância em vez da Autoridade, o que só exige que a ciência e a intervenção do cidadão político geral, faça ouvir o respeito pela condição e garantia dos seus direitos sociais, intelectuais e laborais.
    A resposta às questões, que se poderão levantar ao complexo sistema, que se entende por segurança e do enquadramento da privada, é o Respeito!
    Todos têm de ter uma base de comunicação e de confiança, pois quem não tiver uma atitude Positiva, fará parte dum problema agravado; quem colaborar com os outros e nas soluções que se abrirão, será o criador do sector futuro, pois neste estado de miséria a que o sector caiu, é que ninguém se aproveita.
    Para isto a ANASP, lançou o Certificado profissional, para as empresas prestadoras de serviços de segurança privada, pois queremos que profissionais e pessoas colectivas se reforcem e ajudem os clientes a querer gozar de serviços de qualidade, num reforço de mercado mais respeitador e cuja confiança se imponha com regularidade e ordem.
    Para tal, é preciso que não seja só os ASP a querer a responsabilização dos agentes do sector; é preciso que o Estado, as empresas do sector da segurança privada, os clientes individualmente ou em associação, reforcem esta atitude!
    Queiram negociar e trocar as ideias positivas, definam naturalmente os investimentos a fazer, pois para um sector se impor é preciso muito mais:
    É preciso, investir na criatividade para melhorar a realidade;
    É preciso, definir carreiras onde se possa progredir;
    É preciso, fazer projectos de qualidade;
    É preciso, incentivar os profissionais a fazer carreira;
    É preciso, afastar as nuvens negras que perseguem o sector;
    É preciso que os quadros qualificados se formem em conformidade com as necessidades do sector;
    É preciso ainda muito mais, mas todos poderemos fazê-lo e para isso é preciso estarmos Unidos Pelo Sector.
    Bem-haja
    Comissão de Conduta Ética
    Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking


      Data/hora atual: Ter 17 Out 2017, 09:58