Fórum Oficial da ANASP

Bem-vindo ao Fórum Oficial da ANASP, Fundada em 2009 | Associação Nacional Agentes Segurança Privada | Portugal

Registe-se, conecte-se e contribua no melhor fórum de divulgação da Segurança Privada.

Visite-nos no Site Oficial ANASP em www.anasp.pt.vu

ANASP nas Redes Sociais

Siga-nos nas principais redes sociais e acompanhe todas as novidades!

FACEBOOK
Subscreva e comente as actividades e notícias da ANASP
Siga aqui https://www.facebook.com/AssociacaoNacionalDeAgentesDeSegurancaPrivada

TWITTER
Ligue-se à maior rede social corporativa do mundo
Siga aqui https://twitter.com/ANASPups

YOUTUBE
Acompanhe e partilhe os vídeos da ANASP
Subscreva aqui http://www.youtube.com/user/ANASPTV
Fórum Oficial da ANASP

Bem-vindo ao Fórum Oficial da ANASP, Fundada em 2009 | Associação Nacional Agentes Segurança Privada | Portugal

ANASP - Associação Nacional Agentes Segurança Privada

"UNIDOS PELO SECTOR"

Sede: Urbanização Caliço, Lote P10, Frente A, 8200 Albufeira (ao lado terminal autocarros Albufeira)
Delegação Faro: Rua Libânio Martins, nº14, Fração B na União de Freguesias da Sé e São Pedro.

Delegação Lisboa:  Rua Abranches Ferrão Nº 13, 1º, 1600-296 Lisboa (Em frente à Loja do Cidadão das Laranjeiras)

Delegação Braga: Rua Dr. Francisco Duarte, 75/125, 1º, Sala 23, C.C. Sotto Mayor – 4715-017 Braga

 (ao lado Segurança Social de Braga, contactar Dra. Eva Mendes)

Telemóvel: 938128328 Telefone: 289048068


Horário de atendimento: Segunda a Sexta: 09h/12h - 14h/17h

Telefone: +351 253 054 799

Telemóvel: /+351 965293868  / +351 936345367(tag) / +351 917838281

Email: geral.anasp@gmail.com

Últimos assuntos

» ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:34 por ANASP

» ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:31 por ANASP

» Ofertas emprego
Sex 31 Jul 2015, 14:28 por ANASP

» Ofertas de Emprego Segurança Privada
Sex 31 Jul 2015, 13:54 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_23julho
Qui 23 Jul 2015, 14:23 por ANASP

» ANASP_Newsletter_23julho
Qui 23 Jul 2015, 14:16 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_16julho
Qui 16 Jul 2015, 14:43 por ANASP

» ANASP_Newsletter_16julho
Qui 16 Jul 2015, 14:10 por ANASP

» (2)ANASP_Newsletter_15julho
Qua 15 Jul 2015, 13:58 por ANASP

Galeria


Navegação


    Falta de sinalização do veículo, alertamos para o seguinte:

    Compartilhe
    avatar
    ANASP
    Admin

    Mensagens : 3215
    Reputação : 61
    Data de inscrição : 17/07/2009
    Idade : 38
    Localização : Portugal
    19082010

    Falta de sinalização do veículo, alertamos para o seguinte:

    Mensagem por ANASP

    No seguimento da noticia de um acidente que vitimou uma pessoa e feriu outras 3, alegadamente pela falta de sinalização do veículo, alertamos para o seguinte:

    Sempre que ocorra alguma avaria ou acidente, deve accionar os sinais de perigo( vulgo 4 piscas) e tentar encostar o veículo o mais à direita possível, ou se existir berma, colocar o mesmo na berma.
    Posteriormente, deve colocar o colete retro reflector e colocar o triângulo de prê sinalização de perigo, o qual deve ser colocado a uma distância nunca inferior a 30 metros, à retaguarda do veículo.


    Exemplos para a colocaç ão do triângulo de pré-sinalização de perigo

    As regras que presidem à colocação do sinal vêm fixadas n.º 3 art.º 88.º CE.
    Nos termos deste preceito, o sinal será colocado a uma distância nunca inferior a 30 metros, à retaguarda do veículo ou da carga a sinalizar, e por forma a ficar bem visível à distância de, pelo menos, 100 metros.

    A interpretação destes artigos, em face de determinadas situações, pode suscitar algumas dúvidas.

    A titulo de exemplo serão consideradas, em seguida, algumas hipóteses que podem surgir:

    Exemplo n.º 1 - No caso do veículo estar estacionado ou a carga cair numa curva, ou numa lomba da estrada, , o sinal s erá colocado fora da curva ou da lomba, à distância necessária de, pelo menos, 100 metros, pelos condutores que se aproximam vindos pela faixa de rodagem em que se encontra o perigo sinalizado.

    Exemplo n.º 2 - No caso do obstáculo numa curva precedida de outra ou outras curvas que não permitam respeitar a condição de visibilidade a 100 metros o dispositivo de pré-sinalização será colocado a uma distância variável segundo a topografia do local (horizontal, em rampa ou a descer), à retaguarda do veículo ou carga caída, sempre por forma a que os utentes da estrada sejam alertados a tempo de poderem reduzir o andamento e parar, se necessário sem perigo de abalroamento com o obstáculo que se encontra na via pública. Como bem se compreende, há que aumentar a margem de segurança representada pe la distância do sinal ao obstáculo, uma vez que as condições de visibilidade não são as ideais.

    Exemplo n.º 3 - No caso de cruzamento ou entroncamento, pode acontecer que o obstáculo se encontre a menos de 30 metros do entroncamento. Nesta hipótese, o sinal deverá ser colocado com o maior afastamento possível do ponto perigoso, sem prejuízo para de se procurar assegurar a melhor visibilidade o que se traduzirá em colocar o dispositivo na via em que se encontre o obstáculo (sempre entre o perigo a assinalar e a bifurcação) e de modo a proporcionar a todos os condutores que dela se aproximem as melhores condições de visibilidade e de segurança.

    Obrigado pela atenção despendida

    Esperamos ter ajudado.

    Cordialmente
    A Administração do fórum BRIGADA DE TRÂNSITO

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



    Segue noticia a titulo informativo:

    Colhida mortalmente quando colocava combustível no carro
    Acidente envolvendo duas viaturas ocorreu no IC2 e provocou mais três feridos

    Colhida mortalmente quando colocava combustível no carro
    Passageiros do Ford Fiesta foram colhidos por um outro automóvel quando estavam parados no IC2, no Alto do Pessegueiro


    Uma
    mulher de 34 anos foi colhida mortalmente por um automóvel quando se
    encontrava, juntamente com uns amigos, a colocar combustível na viatura
    em que seguia. Do acidente, ocorrido anteontem, segunda-feira, à noite
    no IC2, resultaram ainda três feridos, um deles grave.

    A ausência
    de sinalização dos passageiros - que não usavam o colete reflector - e
    do próprio veículo, parado na estrada, poderá estar na origem da
    colisão, admitiu fonte da GNR de Leiria.

    O acidente aconteceu por
    volta das 22.35 horas, junto à localidade do Alto do Pessegueiro,
    freguesia das Pedreiras, no concelho de Porto de Mós.

    Segundo a
    mesma fonte, o automóvel - da marca Ford Fiesta - terá ficado sem
    combustível, a cerca de 100 metros de uma gasolineira, localizada no
    Itinerário Complementar 2 (IC2). Os três ocupantes saíram do veículo,
    tendo um deles munido de um pequeno recipiente ido buscar gasolina para a
    viatura.

    Viatura não estava sinalizada

    "Quando se
    encontravam a colocar o combustível no carro, uma viatura ligeira
    colidiu com o automóvel que se encontrava parado e acabou por apanhar as
    pessoas que ali se encontravam", explicou.

    Segundo a GNR "não
    foi colocado na via, o triângulo de sinalização, obrigatório por lei",
    pelo que "o outro condutor não se apercebeu que alguém estava ali parado
    e acabou por colidir com a traseira do carro imobilizado em plena via".
    Este automóvel (da marca Volkswagen), e segundo a mesma fonte, "é
    precedido de um outro que ainda conseguiu desviar-se das pessoas e do
    veículo parado".

    O acidente ocorreu ao quilómetro 101, no sentido norte-sul, numa recta que tem dupla faixa e com boa visibilidade.

    Anabela
    Lopes, de 34 anos, que residia em Casais de Santa Teresa, concelho de
    Alcobaça, (era natural de Castanheira, freguesia de Cós) acabou por
    morrer no local. O corpo foi transportado para o Gabinete Médico Legal
    de Leiria, onde ontem foi realizada a autópsia. O funeral deverá ocorrer
    duran te o dia de hoje.

    Do acidente resultaram ainda ferimentos
    graves num homem de 65 anos, que depois de estabilizado pelos elementos
    da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Instituto
    Nacional de Emergência Médica (INEM) de Caldas da Rainha, foi evacuado
    para o Hospital Distrital de Santo André, em Leiria.

    Os
    condutores dos dois automóveis sofreram apenas ferimentos ligeiros, e
    foram também transportados de ambulância para o hospital de Leiria.

    Segundo
    a fonte da GNR, os três ocupantes do veículo acidentado "eram todos
    amigos" e residiam em localidades dos concelhos de Alcobaça e Porto de
    Mós, que se situam junto ao IC2.

    O condutor do outro veículo, José Inácio, tem 44 anos.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] pais/concelho.aspx?Distrito=Leiria&Concelho=Porto%20de%20M%F3s&Option=Interior&content_id=1643890


    _________________
    UNIDOS PELO SECTOR
    Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking


      Data/hora atual: Seg 21 Ago 2017, 10:12